Categorias
BRASIL

Caixa libera último saque do calendário do auxílio emergencial; veja quem recebe



Termina, nesta quarta-feira (27), o calendário do auxílio emergencial, concedido pelo governo federal para amenizar os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus.



Leia também: saiba o que falta para o auxílio emergencial ser aprovado em 2021



Neste último dia, a Caixa Econômica Federal vai liberar o saque do benefício para 3,5 milhões de pessoas que nasceram em dezembro e se inscreveram no auxílio emergencial pelo site ou aplicativo ou são cadastradas no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal).



Além de sacar o dinheiro, os beneficiários também podem transferi-lo para contas de outros bancos.



Vale lembrar que o valor liberado hoje para saque já havia sido disponibilizado no aplicativo Caixa Tem no fim do ano passado, para pagamentos, compras na internet ou em maquininhas de débito credenciadas.

Calendário do auxílio emergencial 2021

Os últimos saques do auxílio emergencial liberados pela Caixa são referentes aos ciclos 5 e 6 do calendário:

Fonte: Caixa Econômica Federal

Ciclo 5

  • Quem recebeu a primeira parcela em abril recebe a oitava parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em maio recebe a sétima parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em junho recebe a sexta parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em julho recebe a quinta parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em agosto recebe a quarta parcela

Ciclo 6

  • Quem recebeu a primeira parcela em abril recebe a nona parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em maio recebe a oitava parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em junho recebe a sétima parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em julho recebe a sexta parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em agosto recebe a quinta parcela

Lembrando que até a quinta parcela, o valor do auxílio emergencial é de R$ 600. A partir da sexta, se torna auxílio emergencial residual, e o valor cai para R$ 300.

Bolsa Família

Quem é do Bolsa Família recebeu de acordo com o mesmo calendário do programa nacional de renda. O último pagamento da nona e última parcela do auxílio emergencial a este público foi realizado no dia 23 de dezembro.

Como eles recebem pelo mesmo cartão do Bolsa Família, as parcelas são liberadas para saque imediatamente.

Veja também:

Mais pagamentos

Ao menos 196 mil beneficiários receberão o auxílio emergencial após o fim do calendário de saques do programa, que termina nesta quarta (27). A data do pagamento foi divulgada pelo Ministério da Cidadania.

Segundo a pasta, serão pagos R$ 248,6 milhões em recursos aos seguintes grupos:

  • Beneficiários que fizeram a contestação no período de 7 a 16 de novembro e de 13 a 31 de dezembro de 2020 – 191 mil pessoas;
  • Beneficiários que tiveram o pagamento reavaliado em janeiro de 2021, decorrente de atualizações de dados governamentais – 5 mil pessoas.

Eles receberão, de uma vez, todas as parcelas que têm direito. O dinheiro estará disponível para pagamento, transferência ou saque nesta quinta-feira (28), informou o Ministério da Cidadania.

Entre em nosso Grupo no Facebook e confira as últimas notícias sobre o auxílio emergencial e outros benefícios sociais

Prorrogação do auxílio emergencial

O ministro da economia, Paulo Guedes, disse, nesta quarta-feira (26), que a a prorrogação do auxílio emergencial será necessária somente caso a vacinação contra o novo coronavírus não ocorra conforme o esperado.

De acordo com Guedes, antes de entrar com novas medidas de auxílio financeiro, é preciso verificar se o aumento recente de casos de Covid-19 não foi um reflexo das festas de fim de ano.

“Se a pandemia se agravar e continuar 1.500 mortes por dia, a vacina não chega, se falhássemos miseravelmente nas vacinas… O que não acredito porque o ministro [da saúde] tem capacidade logística”, afirmou o ministro em um evento.

“Vamos observar. Caso o pior aconteça, se a doença volta, como compatibilizar uma coisa com a outra [pandemia e responsabilidade fiscal]?”, acrescentou Guedes, explicando em seguida que seria preciso promover um enxugamento de gastos para prover novas parcelas do auxílio emergencial.

Confira as últimas notícias sobre o pagamento do auxílio emergencial

Para receber mais notícias sobre finanças e benefícios sociais, entre em nossos canais no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia: