MOGI DAS CRUZES

Câmara de Mogi realiza seminário para discutir o combate ao abuso sexual infantil

A Câmara Municipal de Mogi das Cruzes realizou, na última sexta-feira (20), um seminário para celebrar o Dia Nacional e a Semana Municipal de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O evento aconteceu no auditório ‘Vereador Tufi Elias Andery’ e foi uma realização da Comissão Permanente de Assistência Social, Cidadania e Direitos Humanos.

O juiz da Vara da Infância Gioia Perini falou sobre o seminário: “Precisamos de uma maior participação dos homens no Combate à Violência Sexual contra as crianças. Infelizmente, o moralismo e o machismo ainda são fatores que atrapalham na identificação desses casos. É preciso romper com a cultura do silêncio. É importante tocar em assuntos que são tabus porque isso vai ajudar a deixar nossas crianças menos vulneráveis”.

A delegada da Delegacia de Defesa da Mulher de Mogi das Cruzes, Luciana Amat, também comentou sobre a importância de denunciar esse tipo de crime. “A violência sexual contra crianças e adolescentes atinge a todas as classes sociais. Temos em média 200 investigações por ano ligadas a esse tipo de denúncia. A punição é fundamental não apenas para fazer justiça, mas também para inibir a reincidência e servir de exemplo para outros agressores”, afirmou ela.

A vereadora Inês Paz (PSOL) falou sobre a importância de refletir sobre o assunto: “o poder público e a sociedade precisam sempre buscar formas de romper com tudo isso. É fundamental não pararmos de nos empenhar e de refletir. Isso vai ajudar a enxergar onde estamos falhando e a encontrar soluções cada vez mais eficazes. Infelizmente, casos bárbaros até mesmo envolvendo bebês ainda aparecem em pleno século 21”.

Osvaldo Silva, presidente da Comissão, disse que há anos o Legislativo está engajado na causa. “Já é uma luta de vários anos. O vereador Edson Santos, no ano passado, como presidente da Comissão de Assistência Social na época, já havia realizado outra edição desse mesmo evento. Trata-se de um encontro que serve para marcar a data, para fazer uma reflexão. A dor e o sofrimento dessas vítimas são intensos. A ideia é trazer à tona, é incentivar as denúncias. Queremos funcionar como um estímulo tanto àqueles que sofrem como aos que podem ser testemunhas”, afirmou o vereador.

“O Dia e a Semana [de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes] é para despertar a consciência das pessoas. Agora, o combate nunca para: é o ano todo. Todo dia existem novos casos, infelizmente. Hoje reunimos a Câmara, o poder Judiciário, funcionários da Assistência Social, da Educação, da Saúde e da Segurança. É um trabalho em conjunto que requer a união de todos esses profissionais”, disse o vereador Edson Santos (PSD).

Ambulatório Multidisciplinar em Mogi

Em sessão realizada na última quarta-feira (18), a Câmara Municipal aprovou a Indicação nº 1667/2022, de autoria da Comissão Permanente de Assistência Social, Cidadania e Direitos Humanos, para a criação de Ambulatório Multiprofissional e Interdisciplinar para atendimento e tratamento integrado dos agravos resultantes da Violência Sexual contra a Criança e Adolescente na cidade.

“Hoje, a criança tem que repetir seu depoimento em vários órgãos. Isso é muito prejudicial para as vítimas. Nossa indicação é no sentido de reunir profissionais da Segurança, Saúde, Assistência Social para que a crianças sejam ouvidas apenas uma única vez. Isso já acontece no Hospital Pérola Byington [referência em Saúde da Mulher]. Lá, já existe esse atendimento amplo em um só lugar. Esse tipo de estrutura é fundamental para desgastar menos essas vítimas, que já são tão vulneráveis”, disse o vereador e presidente da Comissão de Assistência Social, Osvaldo Silva.

Entre em nosso Grupo no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região

Essa notícia foi atualizada em 22 de maio de 2022 19:00

Compartilhar
Grazielly Maciel

Estagiária em jornalismo (sob supervisão do editor)