BRASIL

Volta do auxílio emergencial está sendo estudada com o governo, diz presidente do Senado

Durante o discurso feito na sessão de abertura dos trabalhos legislativos de 2021, o novo presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, afirmou que o Congresso Nacional vem estudando junto ao governo federal a possibilidade de voltar a conceder algum tipo de auxílio emergencial aos brasileiros, devido à permanência da pandemia de Covid-19.

Leia também: Auxílio emergencial 2021: Qual o valor? Quando começa? Veja as últimas notícias!

Diante da vulnerabilidade econômica e social dos mais pobres, Pacheco reafirmou que está sendo estudada, juntamente com a equipe econômica do governo, uma forma de “compatibilizar o auxílio governamental aos mais carentes”. Para ele, esse é um “duro dilema” já que o país precisa cumprir o equilíbrio fiscal.

Entre em nosso Grupo no Facebook e confira as últimas notícias sobre o auxílio emergencial e outros benefícios sociais

“Por essa razão, estamos estabelecendo, junto ao nosso colégio de líderes e à equipe econômica do governo federal, um caminho para compatibilizar o auxílio governamental aos mais carentes, que ainda é absolutamente necessário neste momento, com os princípios que norteiam a responsabilidade fiscal”, afirmou Pacheco, ao lado do presidente da República, Jair Bolsonaro, do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. 

Pacheco afirmou que a pandemia de covid-19 trouxe ainda mais desafios ao país, exigindo que as instituições trabalhem com “equilíbrio e harmonia” e que os representantes do povo possam atuar juntos, independentemente de partidos políticos, ideologias ou de crenças.

“Precisamos ter coragem e firmeza para entregar ao povo brasileiro o que ele precisa, o que é bom para a nação, e não necessariamente o que esse ou aquele setor ou segmento entenda, ao sabor do momento, que seja o melhor para si ou mesmo para todos”, acrescentou ele.

O presidente da Câmara, Arthur Lira, destacou que o auxílio emergencial, aprovado no final de março de 2020, logo após o primeiro caso da doença no Brasil, permitiu a sobrevivência de milhares de famílias e deu fôlego à economia.

Confira as últimas notícias sobre o pagamento do auxílio emergencial

Essa notícia foi atualizada em 20 de fevereiro de 2021 13:26

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online