Categorias
MOGI DAS CRUZES

Vereadores da CEV das Enchentes se reúnem com secretário de infraestrutura urbana de Mogi



Na manhã de terça-feira (14), os vereadores da Comissão Especial de Vereadores (CEV) das Enchentes, da Câmara de Mogi das Cruzes, se reuniram com o secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Alessandro Silveira, para discutir medidas de combate às consequências das fortes chuvas.



A reunião contou com a presença da presidente da comissão, a vereadora Malu Fernandes (SD), e dos membros Bi Gêmeos (PSD) e Policial Maurino (PODE), além do vereador Professor Edu Ota (PODE).



No início do encontro, o secretário apresentou as ações que vêm sendo desenvolvidas desde as intensas chuvas dos dias 10, 11 e 12 de dezembro do ano passado. Segundo Silveira, 40 minutos após as chuvas acabarem as equipes estavam a postos lavando as ruas, limpando as valetas e recolhendo os entulhos, dentro do cronograma da Operação Verão.



“Naquela ocasião nós retiramos um acumulado de 106 toneladas de entulhos. A gente entende que o poder público tem essa responsabilidade, mas a sociedade precisa nos ajudar e fazer a parte dela. Especialmente em locais tão próximos aos Ecopontos como é o caso das áreas mais atingidas pelas chuvas de dezembro”, pediu Alessandro Silveira.



O secretário destacou ainda a atuação do Departamento de Drenagem responsável pela desobstrução e implantação das galerias, implantação de bocas de lobo e bocas de leão – aquelas com grades, limpeza de bueiros, galerias, bocas de lobo, valetas e córregos, estes últimos tanto no sistema manual como no mecanizado, que realizou um trabalho ainda mais intenso quando comparado ao ano anterior.

Em fevereiro deste ano as chuvas voltaram com mais força e, novamente, foram retirados mais entulhos dessa vez um acumulado de 285 toneladas segundo os dados da Secretaria de Infraestrutura urbana.

Após a explanação do secretário, os vereadores puderem fazer questionamentos ao chefe da pasta. O primeiro a perguntar foi o Professor Edu Ota (PODE), que focou na situação da Vila Moraes e na Estrada do Beija-flor.

A Vila Moraes, segundo o secretário, se submete à bacia do Córrego Oropó e apresenta um problema crônico que foi compartilhado com a incorporadora do empreendimento imobiliário que será inaugurado ainda este ano. O projeto que havia sido planejado para o local recebeu agora a autorização do DER-SP (Departamento de Estradas e Rodagens), e deverá ter início em breve.

Silveira afirmou que, na Estrada do Beija-flor, a Prefeitura de Mogi das Cruzes iniciou uma obra, devido à urgência da situação, no entanto, também há empreendimentos imobiliários no local e, junto com outras secretarias e a construtora, estão estudando o problema para melhor entender e intervir. “A principio é tirar a agua e desobstruir dando uma solução imediata ao transtorno”, explicou ele.

O vereador Gustavo Siqueira (PSDB), por sua vez, questionou sobre a destinação da área na Vila Oliveira, mais conhecida como Pombal. “Há planejamento para o local?”, indagou Siqueira.

“Existe sim um projeto. Naquela bacia do Lava Pés existe o projeto de dois piscinões, um deles ali na área do pombal. Mas, ainda vai ser submetido ao Comitê de Bacias e aí com certeza serão realizadas audiências públicas para discussão dos projetos”, afirmou o secretário.

“A Praça dos Enfartados tem um riozinho que corta a cidade e não temos como alargar, tem planejamento para o local?”, questionou o vereador Policial Maurino.

“Este será o segundo piscinão do projeto que acabo de citar, eles pertencem à bacia do Lava Pés e na estiagem vamos fazer a limpeza das galerias desse córrego de forma preventiva”, respondeu Alessandro.

Os vereadores Zé Luiz (PSDB) e Malu Fernandes ressaltaram a demanda da Vila Ressaca e questionaram sobre o piscinão de Jundiapeba, respectivamente. Para estas questões o secretário afirmou que em paralelo aos piscinões que já têm projeto e serão submetidos ao Comitê de Bacias a Prefeitura vem trabalhando com a possibilidade de construir outros dois piscinões, o N1 e N2, que fazem parte da bacia do rio Negro.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região? Siga nossos perfis:

Por Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP