Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

MP/SP cumpre mandado de busca e apreensão no gabinete do vereador Mauro Araújo, em Mogi

CIDADE PRIORIDADE
Representantes do Ministério Público de São Paulo (MP/SP) estiveram, na manhã desta quarta-feira (13), na Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, para cumprir mandado de busca e apreensão no gabinete do vereador Mauro Araújo (MDB). Eles estavam acompanhados de policiais militares.

De acordo com as primeiras informações, o vereador estaria sendo investigado por envolvimento com lavagem de dinheiro e corrupção na compra de veículos em leilão, tendo como cúmplice um empresário do ramo de construção civil, Joel Leonel Zeferino.

Mandados de busca e apreensão também foram cumpridos na casa de Mauro Araújo e em outros endereços.

Em nota, o vereador afirmou que foi “transformado de vítima em autor”, dizendo que, há alguns meses participou, em sociedade com um amigo, de um leilão de carros, onde arremataram alguns automóveis e, depois, teriam descoberto se tratar de fraude.

“Como comum com qualquer pessoa que atue com boa fé, para tentar reparar os prejuízos e punir os culpados, levamos o caso à Polícia e pedimos que fosse o evento investigado para punição dos estelionatários”, afirmou Araújo, completando: “Estou certo de que com tudo apurado e constatada toda retidão do negócio, que, aliás, sempre tem sido o norte da minha vida pública quanto privada, será a investigação levada a arquivo”.

Mauro Araújo
Vereador Mauro Araújo
(Foto: Câmara de Mogi das Cruzes)

Zeferino, por sua vez, publicou uma nota parecida com a do vereador, contando a mesma versão e afirmando: “Em anos de vida pessoal e com uma carreira consolidada na área da Construção Civil, jamais dei motivos às forças policiais para desconfiarem de meus hábitos e de meu padrão de vida. É triste sinalizar que, pelo visto, confundiram vítima com ladrão”.

O Notícias de Mogi entrou em contato com o MP/SP e com o presidente da Câmara, Sadao Sakai (PL), e aguarda novidades sobre o caso.

Atuação

Mauro Araújo integra a Comissão Especial de Vereadores (CEV) que, atualmente, está acompanhando a investigação de desvios de verbas na Prefeitura de Mogi das Cruzes – de acordo com a denúncia, um servidor municipal responsável pelas folhas de pagamento teria desviado mais de R$ 1 milhão dos cofres públicos.

Araújo, que já foi presidente da Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, vinha aparecendo como um forte candidato a reassumir o cargo, substituindo o vereador Sadao Sakai (PL), cujo mandato está para terminar.

As eleições do novo presidente da Câmara estão marcadas para 12 de dezembro.

Entre em nossos Grupos de WhatsApp e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *