POLÍCIA

SHPP de Mogi das Cruzes prende suspeito de queimar homem até a morte

O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes prendeu, na madrugada desta segunda-feira (7), em Suzano, um indivíduo suspeito de ter participado de uma emboscada na qual um homem foi queimado até a morte em setembro de 2019.

O corpo foi encontrado em uma área de mata na Estrada Margarida Watanabe, em Jundiapeba, distrito de Mogi. Próximo dele, havia um carro também carbonizado.

De acordo com o laudo do IML (Instituto Médico-Legal), o fato de a vítima apresentar fuligem nas vias aéreas superiores indica que ela ainda respirava durante o processo de carbonização, o que prova que foi queimada enquanto ainda estava viva.

Após o esclarecer o homicídio, o SHPP informou que a motivação do crime teria sido um desacordo relativo ao tráfico de drogas no bairro de Sapopemba, na capital paulista.

O suspeito teve sua prisão temporária decretada pelo delegado Rubens José Angelo e autorizada pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Mogi das Cruzes. Ele foi detido no bairro Ipelândia, em Suzano, e responderá por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Essa notícia foi atualizada em 7 de junho de 2021 17:47

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais