BRASIL

Saque do PIS pode ser feito pelo Caixa Tem até junho de 2021; consulte se tem direito

A Caixa Econômica Federal concluiu, esta semana, os pagamentos do abono salarial PIS 2020 / 2021 (ano-base 2019) aos 22,2 milhões de trabalhadores que têm direito ao benefício, totalizando R$ 17 bilhões em recursos liberados.

Leia também: saiba o que falta para o auxílio emergencial ser aprovado em 2021

Para correntistas da Caixa, o dinheiro foi transferido diretamente para a conta corrente informada pelo trabalhador.

Já para quem não é cliente do banco, foi aberta uma conta poupança digital, a mesma usada para pagar o auxílio emergencial. Neste caso, é precisa estar atento, uma vez que o abono salarial do PIS ficará disponível para saque somente até o dia 30 de junho de 2021.

As poupanças digitais podem ser movimentadas pelo aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), boletos bancários, compras com cartão de débito virtual pela internet e compras com código QR (versão avançada do código de barras) em estabelecimentos parceiros.

Nos casos em que o valor do abono não possa ser creditado em conta existente ou na poupança digital, o trabalhador poderá realizar o saque com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e nos Correspondentes Caixa Aqui, bem como nas agências.

Para servidores públicos inscritos no Pasep, os recursos são pagos pelo Banco do Brasil e ficam disponíveis para saque por cinco anos, contados do encerramento do exercício, de acordo com decisão do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Os abonos não sacados são transferidos automaticamente para o próximo exercício, sem necessidade de solicitação do trabalhador.

Quem tem direito ao PIS

Tem direito ao abono salarial 2020/2021 o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou e-Social, conforme categoria da empresa. Recebem o benefício na Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas.

A consulta sobre o direito ao benefício, bem como ao valor à disposição, pode ser feita por meio do aplicativo Caixa Trabalhador, pelo atendimento Caixa ao Cidadão (0800-726-0207) e no site www.caixa.gov.br/abonosalarial.

As pessoas que trabalham no setor público têm inscrição no Pasep e recebem o benefício no Banco do Brasil. Nesse caso, o beneficiário pode optar por realizar transferência para conta de mesma titularidade em outras instituições financeiras, nos terminais de autoatendimento do BB ou no portal www.bb.com.br/pasep, ou ainda efetuar o saque nos caixas das agências. Para o exercício atual, o banco identificou abono salarial para 2,7 milhões de trabalhadores vinculados ao Pasep, totalizando R$ 2,57 bilhões.

Veja também:

Valor do PIS 2021

O abono salarial pode chegar a R$ 1.100. Para receber o valor total, entretanto, é preciso ter trabalhado o ano de 2019 todo.

Quem trabalhou somente por alguns meses, recebe o valor proporcional. Confira na tabela:

Meses trabalhadosValor do PIS
1R$ 92,00
2R$ 184,00
3R$ 275,00
4R$ 367,00
5R$ 459,00
6R$ 550,00
7R$ 642,00
8R$ 734,00
9R$ 825,00
10R$ 917,00
11R$ 1.009,00
12R$ 1.100,00

Entre em nosso Grupo no Facebook e confira as últimas notícias sobre o PIS 2021 e outros benefícios sociais

Essa notícia foi atualizada em 11 de fevereiro de 2021 15:48

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais