Prefeito de Mogi das Cruzes - Marcus Melo

Salário do prefeito de Mogi é 17% maior que o do governador de SP

CIDADE PRIORIDADE

O prefeito é responsável administrar a vida na cidade através de serviços essenciais à população, cobrança de taxas e impostos, custeio de obras e articulação com os governos estadual e federal. Para exercer a função de chefe do executivo municipal e desempenhar essas atividades, ele recebe uma remuneração fixada por lei de iniciativa da Câmara Municipal e que deve ser revista a cada ano, sempre na mesma data.

Isso quer dizer que cada cidade estipula até quanto o seu prefeito pode ganhar, desde que não seja um valor acima do teto estabelecido pela Constituição, que é o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal – no final de 2018, o Senado Federal aprovou um aumento de R$ 33,7 mil para R$ 39,3 mil nas remunerações dos ministros do STF.


“A remuneração e o subsídio dos ocupantes de cargos, funções e empregos públicos da administração direta, autárquica e fundacional, dos membros de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, dos detentores de mandato eletivo e dos demais agentes políticos […] não poderão exceder o subsídio mensal, em espécie, dos Ministros do Supremo Tribunal Federal […]”
(CF, ART. 37 XI)


Apesar de estar dentro do limite estabelecido pela Constituição Federal, o salário do prefeito de Mogi das Cruzes é um dos maiores do país. O atual detentor do cargo, Marcus Melo (PSDB), recebe R$ 27.520,30 por mês, valor que chega a ser 17% maior que o salário do governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), que é de R$ 23.048,59.

O prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB), que é responsável por administrar um município com 64 vezes mais habitantes que Mogi, ganha R$ 24.165,87.

Confira os salários de prefeitos de outras capitais do país:

  • Rio de Janeiro (RJ): R$ 18.983,96
  • Curitiba (PR): R$ 26.723,13
  • Florianópolis (SC): R$ 25.609,42
  • Porto Alegre (RS): R$ 19.477,40
  • Boa Vista (RR): R$ 18 mil

O salário do prefeito acaba servindo para pautar as remunerações dos demais servidores da cidade, uma vez que elas jamais poderão ultrapassar à do chefe do executivo municipal. Ou seja, o subsídio do prefeito funciona como um teto salarial para todos os servidores públicos da cidade: sempre que o seu salário aumenta, o salário dos demais servidores também cresce proporcionalmente.

Os valores dos salários citados acima foram obtidos nos Portais da Transparência dos respectivos municípios.

Entre em nossos Grupos de WhatsApp ou em nosso Canal no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região

2 comentários em “Salário do prefeito de Mogi é 17% maior que o do governador de SP

  1. Enquanto o prefeito usufrui deste absurdo de salário Taiaçupeba e Quatinga sofre com ruas esburacadas ,sem nenhuma conservação,nem mato estão cortando mais,quando chega às eleições e tapinha nas costas dos trouxas que somos nós,vamos acordar prefeito e olhar um pouquinho mais prós municípios.

  2. Isso mesmo …uma boa administração tem q ser bem remunerada…não sou político nem ativista político e não mto me interesso por política mais pela administração no município TD q temos Aki faz jus ao salário …sou nascido em Mogi e daqui nunca sai tenho 31 anos e tenho visto os serviços municipais e Mogi ..

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *