BRASIL

Saiba como o Cadastro Positivo pode aumentar seu score no Serasa

O Cadastro Positivo é um sistema de registro onde pode ser acessado todo o histórico de clientes em relação ao crédito e tem como função mapear os bons pagadores, facilitando o acesso dessas pessoas a cartão de crédito ou empréstimo com juros menores. Muita gente não sabe, mas ele pode ser uma ferramenta essencial para aumentar seu score no Serasa e conseguir crédito junto às instituições.

Antigamente, para decidir se um consumidor merece o crédito, a informação mais analisada pelos bancos era: você está negativado ou não? Isso diz apenas como está sua vida financeira daquele momento. Não mostra nada além. Já com o cadastro positivo, todo seu histórico é levado em conta: se você paga suas contas em dia, se você quita seus empréstimos ou cartões sem atrasar, tudo vai constar no seu cadastro.

Em outras palavras, o Cadastro Positivo reúne informações sobre como têm sido pagos os compromissos relacionados à contratação de crédito – empréstimos, financiamentos e crediários, por exemplo. Passam a constar do histórico do CPF totais financiados, quantidades e valores das parcelas, bem como o comportamento e a pontualidade de pagamento demonstrados pelo consumidor.

O histórico de pagamentos relacionados à contas de consumo de serviços continuados (como água, luz, gás e telefone) também pode ser avaliado pelo mercado para obter uma melhor análise de risco na hora de conceder novos créditos a cadastrados, estender créditos já existentes ou realizar outras transações que impliquem risco financeiro. Assim, aos poucos, você pode construir seu histórico de bom pagador.

Vantagens do Cadastro Positivo no Serasa

  • O cadastro negativo já existe e é um grande temor para os brasileiros. Agora é a hora de ter um cadastro favorável para a população. Com cadastro positivo você vai poder mostrar tudo o que você fez de bom na vida financeira.
  • Se você for um profissional autônomo e precisar de um financiamento, por exemplo, mesmo que não tenha uma comprovação de renda formal, poderá conseguir o crédito graças ao seu cadastro positivo
  • Para quem já tem acesso a crédito, é muito provável que a oferta aumente e as taxas de juros diminuam.
  • A ideia é que com mais pessoas tendo acesso ao crédito, a concorrência de operadoras de crédito aumente, a inadimplência diminua e os juros sejam mais justos para todos.

Como fazer o Cadastro Positivo

O cadastro existe desde 2011 e está ativo desde 2013, mas a adesão sempre foi pequena. Em julho de 2019, a lei 12.414/2011 foi alterada e a inclusão ao Cadastro Positivo tornou-se automática para todas as pessoas físicas e jurídicas que possuem empréstimos, financiamentos, compras a prazo ou contas de consumo, como luz e telefone.

De acordo com o Serasa, entretanto, somente a pontuação de crédito (score) está disponível ao mercado para análise do peril de crédito, a menos que o consumidor autorize a consulta dos dados abertos do histórico de crédito.

Caso a consulta seja autorizada pelo consumidor, os birôs de crédito gestores do Cadastro Positivo, como a Serasa, receberão as informações das fontes, que são as empresas que realizam negócios e operações de crédito com os consumidores, entre elas: água, eletricidade, gás, telefone. E poderão ter acesso às suas informações o comércio, os bancos, as financeiras e as prestadores de serviços, para definir condições comerciais e preços ajustados às necessidades e ao perfil de cada consumidor.

O Cadastro Positivo pode ser acessado e verificado no site do Serasa.

É possível sair do Cadastro Positivo a qualquer momento. Para isso, basta solicitar formalmente sua exclusão nos canais de atendimento de quaisquer birôs de crédito. O birô de crédito que receber a solicitação de exclusão do Cadastro Positivo fica obrigado a atendê-la e compartilhar com os demais birôs, para que também a atendam, no prazo de até dois dias úteis.

Essa notícia foi atualizada em 11 de novembro de 2021 15:17

Compartilhar
Redação

E-mail: contato@noticiasdemogi.com.br