MOGI DAS CRUZES

Prefeitura de Mogi diz que Delegacia da Mulher continuará atendendo no local atual

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Mogi das Cruzes continuará atendendo no Parque Monte Líbano. A informação foi divulgada pela Prefeitura após surgirem questionamentos sobre a possibilidade de ela ser transferida para o núcleo de segurança que a administração municipal pretende criar nas antigas instalações do SESI, em Cezar de Souza.

“Com a utilização do novo espaço de Cezar de Souza, a administração municipal busca a ampliação de atendimento às vítimas, com espaço exclusivo para as mulheres que sofreram violência, que merecem todo o respeito e atenção”, diz a nota publicada pelo secretário municipal de segurança, André Ikari.

Na sessão ordinária da última quarta-feira (8) da Câmara de Mogi das Cruzes, os vereadores aprovaram uma Moção (141/2021), de autoria de Inês Paz (PSOL), que faz um apelo ao prefeito Caio Cunha para que amplie o número de Delegacias da Mulher na cidade, mantendo a unidade existente no local atual.

De acordo com a Moção, a possibilidade de transferência da delegacia para o prédio do antigo SESI foi anunciada pelo prefeito Caio Cunha em uma live. Neste sentido, Paz pediu que não haja somente uma transferência, mas uma ampliação do número de delegacias da mulher, devido ao aumento do número de casos de violência contra a mulher no município.

Outros vereadores também se posicionaram contra a possível mudança de local da delegacia. “Imagina uma mulher saindo de Jundiapeba para chegar em Cezar de Souza. Vai levar muito mais tempo do que para chegar na região central”, afirmou Fernanda Moreno (MDB).

“Muitas vezes eu me pergunto como um governo que pregava ser o governo do diálogo e não consulta os órgãos que atuam em defesa dos direitos das mulheres sobre essa mudança”, afirmou Francimário Vieira Farofa (PL).

Na nota divulgada, a Prefeitura afirma, porém, “que nenhuma mudança de serviço que possa vir a prejudicar a população será realizada pela administração municipal e que para qualquer alteração o Conselho Municipal responsável será consultado”, acrescentando ainda que a administração municipal vem trabalhando junto à Polícia Civil em um estudo para que o funcionamento da Delegacia da Mulher da cidade passe a ser feito 24 horas.

Essa notícia foi atualizada em 8 de outubro de 2021 15:55

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais