Categorias
BRASIL

Minha Casa Minha Vida 2024: governo anuncia construção de mais de 112 mil moradias



O governo federal anunciou, nesta quarta-feira (10), que destinará R$ 11,6 bilhões para a construção de 112,5 mil moradias pelo programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) nas modalidades Rural e Entidades. As informações foram divulgadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.



As novas habitações devem atender 440 mil pessoas em áreas rurais e urbanas, muitas localizadas em comunidades tradicionais como quilombolas e povos indígenas; e famílias organizadas pelos movimentos de luta por moradia.



De acordo com o Planalto, o Minha Casa Minha Vida Rural selecionou e habilitou para atuar no programa 2.105 de propostas de 1.137 de entidades organizadoras ligadas aos movimentos de luta por moradia, bem como organizações de representação de agricultores e trabalhadores rurais, além de entes públicos locais. Já para o Minha Casa Minha Vida Entidades, foram 443 propostas de 206 entidades organizadoras.



Os grupos mais vulneráveis, como mulheres chefes de família, famílias de áreas de risco, terão prioridades. Segundo o governo federal, o prazo de contratação das propostas selecionadas será de 180 dias, contados a partir da data de publicação da portaria.



“Tive muito problema com o Minha Casa Minha Vida. Nem tudo é a maravilha que é hoje. Quando fui inaugurar umas casas em João Monlevade, [em Minas Gerais], minha vontade era a de pegar um cara do governo de lá, que cuidou daquela casa, e jogar na parede, de tanta falta de respeito com o povo pobre, na construção daquela casa. Foi ali que descobri que uma parte das pessoas não tem a menor noção de que pobre gosta de coisas boas” Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República

De acordo com o ministro das Cidades, Jader Barbalho Filho, as unidades construídas por meio do Minha Casa Minha Vida Entidades têm apresentado qualidade bastante superior, na comparação com as feitas por empresas construtoras.

“Pude constatar em cada uma das inaugurações do MCMV Entidades que as casas são maiores, os equipamentos são melhores. Elas têm até elevadores. Sou testemunha disso e tenho falado com cada um dos movimentos sobre a qualidade superior que é a construção, quando feita pelas entidades. Sem nenhum preconceito com as construtoras, mas é um reconhecimento que eu faço: o Minha Casa Minha Vida Entidades feito por vocês são melhores” Jader Barbalho Filho, ministro das Cidades

Lula afirmou, ainda, que pretende ampliar o público-alvo beneficiado pelo Minha Casa Minha Vida. “Estou preocupado com as pessoas que ganham acima de dois ou três salários mínimos. Eles também são trabalhadores. Ganham R$ 4 ou R$ 5 mil e não têm casa. A gente faz casa para pobre e o rico tem financiamento. Mas não tem casa para quem ganha R$ 7 mil”, disse.

Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil
Para receber mais notícias sobre finanças e benefícios sociais, entre em nossos canais no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia: