MOGI DAS CRUZES

Média diária de casos de Covid-19 em Mogi aumenta 209% de dezembro para janeiro

A cidade de Mogi das Cruzes registrou um aumento de 209% na média diária de casos de Covid-19 somente do mês passado para este. De acordo com informações divulgadas pelo prefeito Caio Cunha por meio das redes sociais, em dezembro, o município apresentou média de 11 casos por dia; já nos dez primeiros dias de janeiro a média foi de 34 casos diários.

Os dados apontam que, no mês passado, foram registrados 366 novos casos de coronavírus em Mogi. Já nos dez primeiros dias deste mês foram 343 novos casos.

“Estamos enfrentando um aumento nos casos de Covid em todo o mundo. Apenas nos primeiros 10 dias do ano, praticamente já alcançamos o número de casos de Covid notificados em dezembro, aqui em Mogi. Foram 334 casos até agora, uma média de 34 pessoas infectadas por dia”, publicou o prefeito Caio Cunha.

Ele falou também sobre cuidados e tratamento da doença. “Estamos em uma pandemia e as orientações de sempre continuam. Vale ficar atento aos sintomas e monitorá-los em casa, mas caso sinta que eles estão se agravando, como febre e falta de ar, busque um médico! Lembrando também que o Hospital Municipal continua sendo a principal referência e que estamos enfrentando uma escassez de testes, por isso, a testagem só é realizada sob prescrição médica. Cuidem-se e vamos juntos sair dessa!”, concluiu o prefeito.

Vacinação

A Prefeitura de Mogi das Cruzes está com agendamento online aberto para aplicação da primeira, segunda ou terceira dose contra a Covid-19 pelo aplicativo cliquevacina.com.br. Há opções de datas para vacina da Pfizer, Astrazeneca e Janssen. Segundo a administração municipal, o estoque do imunizante Coronavac se esgotou, mas novas vagas devem ser disponibilizadas em breve.

  • Astrazeneca – Os mogianos podem agendar a segunda dose da vacina Astrazeneca, sempre respeitando o prazo mínimo de intervalo da primeira imunização.
  • Janssen – Também está disponível o agendamento da dose de reforço da Janssen para quem tomou a primeira dose inicial do imunizante, com mínimo de dois meses após a imunização.
  • Pfizer – As doses da Pfizer estão disponíveis para adolescentes com 12 anos ou mais e adultos que precisem da primeira dose, ou segunda dose com intervalo de 21 dias após a primeira aplicação. O reforço com a vacina Pfizer está disponível para os vacinados com segunda dose de Coronavac, Astrazeneca ou Pfizer há pelo menos 4 meses, e também para vacinados com Janssen após 2 meses da dose única inicial.
  • Coronavac – A vacina Coronavac pode ser aplicadas em pessoas com 18 anos ou mais ainda não vacinadas, ou que precisem da segunda dose, que deve ser aplicada 15 dias após a primeira. Também está disponível a terceira dose da vacina para maiores de 18 anos, sempre respeitando o intervalo de quatro meses da segunda dose da Coronavac, Astrazeneca ou Pfizer.

É importante lembrar que gestantes e mulheres em até 45 dias após o parto não devem receber vacinas do laboratório AstraZeneca e Janssen. Neste caso, a segunda dose ou reforço poderá ser feito com a vacina Pfizer.

Até o momento, Mogi das Cruzes já aplicou 800.955 doses de vacina contra a Covid-19, sendo 350.585 primeiras doses, 330.446 segundas doses, 109.731 terceiras doses e 10.193 doses únicas.

Confira as últimas notícias sobre Mogi das Cruzes

Essa notícia foi atualizada em 14 de janeiro de 2022 14:36

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online