MOGI DAS CRUZES

Chuva que ‘parou’ Mogi ontem registrou volume de 63,2 mm, diz Defesa Civil

A Defesa Civil de Mogi das Cruzes informou que, entre esta terça (18) e quarta-feira (19), foram registrados 63,7 mm de chuva na cidade, de acordo com a medição realizada na estrutura do DAEE, na Ponte Grande. As precipitações se concentraram a partir das 17h, em um período de cerca de 40 minutos – volume muito alto em curto espaço de tempo, o que causou transtornos como queda de energia, problemas no abastecimento de água, 20 pontos de queda de árvore, dois pontos de inundação e um de alagamento.

A queda de energia começou por volta das 17h e, segundo a EDP, 95% da operação foi reestabelecida por volta das 19h, no entanto, muitos leitores do NM ainda estão reclamando da falta ou deficiência do serviço. A concessionária de energia elétrica da região explicou que a queda de energia se deu por conta do rompimento de um cabo devido à descarga atmosférica.

Com relação ao abastecimento de água, o Semae de Mogi das Cruzes afirmou que o serviço foi restabelecido ao longo da noite e madrugada desta quarta, mas ainda pode ocorrer intermitência no Jardim Aracy e na região abastecida pelo reservatório da Vila Pomar: Conjunto Thaysa, Vila Brasileira, Vila Melchizedec, Vila Pomar e Vila São Sebastião

A Prefeitura de Mogi das Cruzes afirmou que as equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana estão mobilizadas para fazer todo o trabalho de rescaldo e deixar a cidade em boas condições de conservação após a tempestade. Os trabalhos tiveram início ontem e serão mantidos ao longo desta quarta-feira.

A combinação entre alto volume de chuvas em pouco tempo causou locais com acúmulo de água em pontos da região central, Rodeio, Ponte Grande, Mogilar e Cezar de Souza. A água escoou pelo sistema de drenagem com a diminuição da chuva e as equipes iniciaram ontem a limpeza nos pontos de inundação, como na Ponte Grande. Os principais locais atingidos no bairro foram rua Senday, Gonçalo Ferreira e Abel José da Silva. Segundo a administração municipal, apenas desses locais, foram 10 metros cúbicos de resíduos retirados de vias e espaços públicos. Atendimentos também foram e continuam sendo feitos no Mogilar, onde foi registrado alagamento, em especial na avenida Prefeito Carlos Ferreira Lopes.

As sirenes das praças da Bandeira e Francisca de Campos Mello Freire, conhecida como Praça do Enfartados, foram acionadas, de forma preventiva, para alertar motoristas, moradores e comerciantes, mas não foram registrados alagamentos nestes locais. 

Semáforos de várias regiões da cidade, como o Centro e bairros próximos, além dos distritos de Cezar de Souza, Braz Cubas e Jundiapeba, ficaram inoperantes devido à queda generalizada de energia elétrica, o que impediu o funcionamento dos equipamentos. Agentes municipais de trânsito foram deslocados para pontos estratégicos para orientar o trânsito e a situação voltou ao normal a partir das 19 horas, quando o fornecimento de energia começou a ser retomado.

A Prefeitura afirmou que o setor de podas de árvores da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente percorreu a cidade até por volta das 22h de terça-feira (18), atendendo chamados de quedas de árvores. Foram registradas quedas em diversos pontos, como Shangai, Socorro, Rodeio, Mogilar, Vila Oliveira, Parque Monte Líbano, Cezar de Souza, Volta Fria e Braz Cubas.

A Defesa Civil de Mogi das Cruzes afirmou que permanece monitorando a cidade, dentro dos trabalhos da Operação Verão 2021/2022, que é realizada entre 1º de dezembro e 31 de março. Neste período, o atendimento a urgências e emergências causadas pelas chuvas são prioridade para as estruturas da Prefeitura de Mogi das Cruzes e dos demais órgãos participantes. A população pode comunicar emergências pelo telefone 199, da Defesa Civil.

Previsão do tempo

Novas pancadas de chuva são aguardadas para esta quarta-feira (19) em Mogi das Cruzes. Segundo o Climatempo, site especializado em condições climáticas, embora o dia tenha amanhecido com céu aberto, as nuvens aumentaram a partir da tarde, o que favorece a ocorrência de chuva até à noite. A máxima deve chegar aos 31°C e o volume de chuva aguardado é de 25mm.

No restante da semana, as condições climáticas devem continuar parecidas na região, com tempo abafado e chances de chuva a partir da tarde.

Confira as últimas notícias de Mogi das Cruzes

Essa notícia foi atualizada em 19 de janeiro de 2022 16:01

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP