BRASIL

Auxílio emergencial 2021: consulte o calendário da 5ª parcela

Atualmente, a Caixa Econômica Federal realiza pagamentos referentes ao calendário da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021.

Para trabalhadores informais e inscritos no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal), os depósitos da quinta parcela começaram no último dia 20. Já para beneficiários do Bolsa Família, eles tiveram início no dia 18.

O calendário do auxílio emergencial para informais e CadÚnico evolui de acordo com o mês de nascimento do beneficiário e os pagamentos e saques ocorrem em datas diferentes, enquanto os beneficiários do Bolsa Família recebem de acordo com o NIS (Número de Identificação Social) e o saque é liberado junto com o pagamento.

No caso dos trabalhadores informais e inscritos no CadÚnico, primeiro o dinheiro é depositado em uma poupança social digital que pode ser movimentada por meio do aplicativo Caixa Tem, para pagamento de contas, compras pela internet e em algumas maquininhas de débito.

Calendário da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021

Bolsa Família

Final do NISData de pagamento
118/8
219/8
320/8
423/8
524/8
625/8
726/8
827/8
930/8
31/8
Fonte: Caixa Econômica Federal

Informais e CadÚnico

Mês de aniversárioDepósitoSaque
Janeiro20/81/9
Fevereiro21/82/9
Março21/83/9
Abril22/86/9
Maio24/89/9
Junho25/810/9
Julho26/813/9
Agosto27/814/9
Setembro28/815/9
Outubro28/816/9
Novembro29/817/9
Dezembro31/820/9
Fonte: Caixa Econômica Federal

O cronograma de pagamentos da 4ª parcela do auxílio emergencial terminou em 30 de julho e, conforme prorrogação do benefício por mais três meses, novas parcelas ainda serão pagas em agosto, setembro e outubro. Segundo o ministro da Cidadania, João Roma, as parcelas extras custarão mais R$ 20 bilhões aos cofres públicos.

Veja o calendário da 6ª e 7ª parcelas do auxílio emergencial 2021

Sobre o auxílio emergencial 2021

O auxílio emergencial 2021 está sendo pago mensalmente a 45,6 milhões de pessoas e conta com quatro parcelas de R$ 250, em média, com exceção às mulheres chefes de família monoparental (criam os filhos sozinhas), que têm direito a R$ 375, e aos indivíduos que moram sozinhos – família unipessoal –, que recebem R$ 150.

Têm direito ao benefício somente famílias com renda per capita de até meio salário mínimo (R$ 550) e renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.300). Além disso, apenas uma pessoa da família pode receber o apoio financeiro. A consulta para saber se tem direito ao benefício foi disponibilizada pela Dataprev, empresa de tecnologia da Caixa Econômica Federal.

Essa notícia foi atualizada em 27 de agosto de 2021 15:53

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais