MOGI DAS CRUZES

Zona Azul de Braz Cubas também poderá ser utilizada para drive-thru em Mogi

A partir desta quarta-feira (17), a Zona Azul da rua Doutor Deodato Wertheimer, no distrito de Braz Cubas, em Mogi das Cruzes, estará liberada para o drive-thru do comércio. A medida segue o modelo implementado na rua Barão de Jaceguai. O uso das vagas de carga e descarga de toda cidade também foi permitido para o serviço de retirada das compras.

A tarifa de estacionamento controlado não será cobrada quando o motorista estiver fazendo algum tipo de retirada de compra por drive-thru. A parada poderá ser feita por no máximo 10 minutos e é necessário que o condutor esteja no carro, com o veículo ligado e o pisca-alerta acionado.

“É importante lembrar que a parada nas vagas para drive thru deve ser feita para a retirada do produto, com o veículo permanecendo ligado e com o pisca-alerta acionado. No caso de o motorista precisar ficar parado por mais de 10 minutos ou precisar descer do veículo para alguma atividade, é necessário o pagamento da tarifa de Zona Azul”, explicou a secretária municipal de Transportes, Cristiane Ayres.

A decisão sobre a ampliação foi tomada em uma reunião realizada no final da tarde de ontem (16), com a participação de representantes das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico, Transportes e Segurança, da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) e do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio).

Na terça-feira, também passou a valer a permissão da circulação de veículos para a realização do sistema drive-thru nos calçadões das ruas Doutor Paulo Frontin e Doutor Deodato Wertheimer. A rua Professor Flaviano de Melo também teve permitida a circulação de veículos no trecho a partir da rua Braz Cubas, onde há restrição de trânsito durante o dia, no entanto, nesta via não é possível a realização de drive thru.

De acordo com a Prefeitura de Mogi das Cruzes, em todos os locais onde foi implantado o sistema drive-thru, a venda deve ser feita por algum canal eletrônico (telefone, internet ou redes sociais). O comerciante deve fazer a entrega do produto no veículo do consumidor e não é permitido que o comprador desça do automóvel, que deve permanecer ligado e com o pisca-alerta acionado.

O serviço de drive-thru pode ser usado pelos comércios não essenciais, como lojas de rua, shopping, restaurantes, bares e lojas de material de construção, que até dia 30 de março não podem receber pessoalmente os clientes. O atendimento de retirada com veículo está liberado entre às 5h e 20h.

Estabelecimentos essenciais, como supermercados, padarias e farmácias também podem oferecer o atendimento para reduzir o contato entre colaboradores e clientes.

Clique aqui e confira as últimas notícias sobre a quarentena em Mogi das Cruzes e região

Essa notícia foi atualizada em 17 de março de 2021 10:51

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online