Categorias
BRASIL

Veja quando o empréstimo para MEI do governo começa a ser liberado e quem tem direito



Quem é MEI (Microempreendedor Individual) ou pretende empreender e faz parte do CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais) passará a contar, muito em breve, com uma nova linha de crédito.



Com taxas de juros mais baixas, o empréstimo será oferecido por meio do programa ‘Acredita no Primeiro Passo,’ lançado no último mês pelo governo federal, cujo objetivo é liberar R$ 500 milhões até o fim de 2024.

Siga nosso Canal no WhatsApp e receba notícias de Empréstimo e Benefícios no seu celular!

As operações do programa poderão chegar a até R$ 21 mil, com limite de crédito no sistema de até R$ 80 mil, equivalente a 30% do faturamento do MEI. Além disso, 50% dos recursos serão destinados a mulheres empreendedoras, e o programa não cobra taxas do beneficiário referente à utilização do fundo.



O Acredita no Primeiro Passo oferece também um conjunto de ações de capacitação e apoio para auxiliar os empreendedores a alcançar o sucesso em seus negócios. A capacitação por meio de treinamentos e cursos para aprimorar as habilidades dos empreendedores na gestão de seus negócios; empreendedorismo com orientação e acompanhamento para o desenvolvimento de planos de negócios e estratégias de crescimento; e emprego, conexão com oportunidades de trabalho e geração de renda.



Quando o empréstimo para MEI do governo começa?

A linha de crédito do Acredita no Primeiro Passo terá início no mês de julho. O programa pretende realizar, até 2026, cerca de 1,25 milhão de transações de microcrédito, com cada operação avaliada em torno de R$ 6 mil. Este esforço poderá injetar mais de R$ 7,5 bilhões na economia até 2026.

Quem poderá pedir o crédito?

O programa oferece linhas de crédito com taxas competitivas para Microempreendedores Individuais (MEIs) e Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (MPEs).Há também a opção de renegociação de dívidas vinculadas ao Pronampe.

Para receber mais notícias sobre finanças e benefícios sociais, entre em nossos canais no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia: