Categorias
BRASIL

Saiba como aumentar o score e conseguir um empréstimo ou financiamento



Muita gente que pede um empréstimo ou financiamento e tem a solicitação negada fica sem entender quais foram os reais motivos que fizeram o banco decidir não liberar o crédito naquele momento.



Em grande parte das vezes, o principal indicativo levado em consideração pelas instituições financeiras é o score do cliente. O score nada mais é que uma pontuação calculada pelos órgãos de proteção ao crédito, como o Serasa, e que aponta qual o risco de inadimplência que aquela pessoa apresenta.



A pontuação pode variar de 0 a 1.000, sendo que quanto menor o número, maior o risco daquele cliente atrasar o pagamento das parcelas do empréstimo ou financiamento.



O cálculo do score leva em conta uma séria de fatores, como o histórico financeiro da pessoa, nome sujo, a existência de débitos em aberto, atualizações cadastrais, entre outros.



Nem todo mundo sabe, mas há providências que podem ser tomadas para que aumentar o score de forma mais rápida, elevando, consequentemente, as chances de a pessoa conseguir a aprovação do empréstimo ou financiamento. Essas dicas são compartilhadas pelo próprio Serasa. Confira a seguir.

Pague as contas em dia

O maior peso no cálculo do Serasa Score está associado ao Cadastro Positivo, que armazena o histórico de pagamentos de faturas como cartão de crédito, parcelamentos, empréstimos e serviços de consumo (água, energia, telefonia etc.). Por isso a consistência é tão importante na pontuação: pagar todas as contas em dia, todos os meses, tem um grande peso no Serasa Score.

Use mais o cartão de crédito

Existe uma relação entre O Serasa Score e uso do cartão. O histórico do Cadastro Positivo é formado principalmente a partir dos dados do comprometimento com o crédito. Por isso, quanto mais essa modalidade for usada, mais informação haverá para alimentar o cadastro. Entretanto, isso só é aconselhado se as faturas forem pagas em dia e se o crédito for usado de forma consciente.

Renegocie dívidas

Nome negativado é um dos fatores que prejudicam a pontuação. Estar inadimplente não é uma sinalização positiva para o mercado e reduz o nível de confiança das empresas no consumidor. É importante renegociar dívidas e resolver outras pendências financeiras relativas ao CPF, como cheques sem fundo e ações judiciais.

Peça crédito com cautela

Todas as vezes que um cliente faz um pedido de empréstimo, parcelamento ou financiamento, a consulta feita pelas empresas ao CPF fica registrada. O mercado pode interpretar o excesso de pedidos como pedido urgente de crédito, e assim prejudicar momentaneamente a pontuação em até 60 pontos. O ideal é respeitar intervalos de pelo menos três meses entre um pedido e outro.

Mantenha seus dados atualizados

Outro fator levado em conta no cálculo é a relação com o mercado de crédito, construída ao longo dos anos. Ele é influenciado principalmente pelo tempo de relacionamento. Uma forma de zelar por essa relação é manter sempre os dados pessoais atualizados na plataforma da Serasa.

Ative a função Conexão Bancária

Essa é uma funcionalidade disponível na versão 3.0 do Serasa Score, que permite ao consumidor participar mais ativamente da construção da própria pontuação. A Conexão Bancária só é ativada com a solicitação do usuário e permite compartilhar com o sistema da Serasa informações como extrato e movimentações de conta. Se os dados financeiros forem relevantes e positivos para o consumidor, a pontuação pode aumentar ao longo do tempo. A pontuação nunca diminuirá por conta da conexão, poderá apenas aumentar ou permanecer igual.

Para receber mais notícias sobre finanças e benefícios sociais, entre em nossos canais no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia: