ALTO TIETÊ

Rodovia Ayrton Senna terá simulação de resgate com produtos perigosos

No próximo dia 31 de maio, a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e a Ecopistas realizarão uma simulação de resgate com produtor perigosos na Rodovia Ayrton Senna.

A Artesp está retomando os simulados de acidentes com produtos perigosos nas rodovias concedidas, após período de suspensão destes exercícios em função das restrições da pandemia de coronavírus. O objetivo é promover o aprimoramento das equipes e dos recursos de socorro, assistência e segurança dos usuários das rodovias do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo.

A partir dos simulados, que reproduzem um acidente real, a equipe da Diretoria de Operações da Artesp avalia in loco o atendimento disponibilizado pelas concessionárias, fazendo sugestões e exigindo melhorias, quando necessário. São avaliados os tempos de resposta para o atendimento, sinalização, integração das equipes envolvidas (Corpo de Bombeiros, PMRv, GRAU, SAMU, Cetesb, entre outros) e os demais procedimentos adotados.

De acordo com a Artesp, para que os objetivos sejam atingidos, é necessário planejar, organizar e aperfeiçoar os recursos disponíveis para identificação do acidente, verificando: 

  • Indícios de vazamento;
  • Se há vítimas; Implantação imediata de medidas de segurança para proteção de todos os envolvidos na ocorrência e usuários que trafegam na rodovia;
  • Trabalho de contenção de vazamento do produto;
  • Resgate de vítimas;
  • Avaliação de danos ao ecossistema.

A Artesp coordena a programação e a fiscalização dos simulados, realizados ao menos uma vez a cada semestre, conforme previsto em contrato de concessão.

“Os simulados com carga perigosa são uma atividade essencial das concessionárias no treinamento e no aperfeiçoamento do atendimento a ocorrências nas rodovias concedidas. Com um atendimento ágil, eficaz, de qualidade para o usuário, a Artesp e as concessionárias reafirmam o seu objetivo de garantir mais segurança aos motoristas das rodovias”, explica Walter Nyakas, diretor de Operações da Artesp.

Clique aqui e confira mais notícias do Alto Tietê

Essa notícia foi atualizada em 3 de maio de 2022 10:39

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP