CULTURA

Programação de janeiro do Sesc Mogi tem música, teatro, circo, exposição e oficinas

O Sesc Mogi das Cruzes prossegue com sua programação cultural, que conta, toda quinta e domingo, com uma apresentação musical diferente, além de teatro e circo aos finais de semana, exposição e oficinas para toda a família. Durante este mês, há também atrações especiais de férias voltadas para as crianças.

Vale lembrar que, para assistir as atrações, é necessário apresentar a carteirinha de vacinação contra a Covid-19, com pelo menos duas doses. Além disso, o uso de máscara segue obrigatório.

Confira abaixo tudo o que ainda é possível curtir no Sesc Mogi durante o mês de janeiro:

Música

Emblues Beer Band 
Dia 20/01/22, Quinta | das 20h às 21h20| 12 anos| Grátis
Em uma mescla de Jazz, Blues, Folk e a música regional Brasileira, o Emblues Beer Band apresenta musicais autorais e versões de clássicos com instrumentos nada convencionais e muito humor. 

Tuco Pellegrino
Dia 23/01/22, Domingo | das 16h30 às 17h45| Livre| Grátis
Cantor, compositor e pesquisador da nova geração do samba, Tuco Pellegrino preocupa-se em divulgar o repertório dos primórdios do samba, das primeiras escolas de samba do Rio de Janeiro, além do repertório de compositores que perpetuaram essa tradição musical. “…é o garoto que vai dando continuidade às coisas da nossa portela.” (Monarco) 
O sambista Tuco Pellegrino, nascido em abril de 1979, sempre teve raízes ligadas à música. Filho de uma talentosa pianista, conviveu desde cedo com notas musicais, harmonias e compassos. Foi ouvindo o 1º álbum da Velha Guarda da Portela, “Passado de Glória” (1970), produzido por Paulinho da Viola, que teve o despertar para a música, o que marcou a sua vida, entre estudos e pesquisas, influenciando definitivamente sua trajetória artística. 
Fundou com amigos o grupo “Passado de Glória”, exclusivamente voltado para cantar antigos sambas de compositores da “Época de Ouro do Rádio” e das tradicionais escolas de samba cariocas, originando, mais tarde, o lendário “Grêmio Recreativo de Tradição e Pesquisa Morro das Pedras”. Foi nesta época que conheceu Cristina Buarque – numa das inúmeras homenagens que o grupo desenvolvia – convidada para celebrar o repertório de sambas do compositor Oswaldo dos Santos, o Alvaiade da Portela. Daí em diante, a amizade com Cristina enriqueceu ainda mais seu repertório e o levou a outro pilar igualmente determinante em sua formação: Hildemar Diniz, o Monarco da Portela, com quem tem compartilhado um vasto universo de sambas de terreiro, muitos deles ainda inéditos, em diversos encontros e apresentações. 
Tuco já se apresentou no Espaço Cuca (SP), Galeria Olido (SP), Teatro Rival (RJ), teatros do SESC-SP, Teatro Fecap (SP) e Teatro João Ceschiati, no Palácio das Artes (BH), entre outros teatros e casas de shows pelo Brasil. Gravou em 2008 o disco “Cristina Buarque e Terreiro Grande ao vivo”, com o grupo que fundara e seria importante referência para sua geração. O álbum foi finalista do Prêmio TIM de Música do ano, além de render registro no programa “Ensaio” da TV Cultura, de São Paulo. 
Em 2010, gravou ao vivo o álbum “Peso é Peso”, com repertório fruto de profunda pesquisa, inclusive contendo diversas composições inéditas de alguns dos maiores expoentes do samba de todos os tempos, tais como Paulo da Portela, Nelson Cavaquinho e Manacéia. O disco contou com a participação do Monarco , Nelson Sargento e Cristina Buarque e teve grande repercussão , abrindo as portas para que Tuco voltasse ao programa Ensaio, comandado por Fernando Faro, no início de 2014 – desta vez em carreira solo. 
Desde então, além de continuar se apresentando em diversas capitais do Brasil, e conquistar no gogó o público amante da boa música brasileira, Tuco trilhou um caminho que lhe deu fôlego para preparar seu segundo registro, o recém lançado “Na Contramão do Progresso”. Neste álbum, o cantor registra em estúdio somente músicas próprias com compositores de sua geração, além de apresentar o aval e as parcerias firmadas com as lendas do samba Monarco e Waldir 59. 

Dona da Rua 
Dia 27/01/22, Quinta | das 20h às 21h20| 12 anos| Grátis 
O grupo Dona da Rua é formado por mulheres instrumentistas, cantoras e compositoras, fortalecendo a representatividade da mulher nessa conjuntura. Com versos como “Um samba pra te dar coragem”, “Não sou mulher de arregar” e “Nos vemos nas ruas”, o grupo marca sua personalidade interpretando músicas inseridas no contexto da experiência de mulheres diante de situações de discriminação de gênero, raça e classe social. Composto de sambas originais e outros sambas já consagrados, o repertório do grupo inclui importantes nomes, dentre os quais Dona Ivone Lara, Jovelina Pérola Negra, Alcione, Clara Nunes e Clementina de Jesus. Integram o grupo Lívia Barros (voz), Helô Ferreira (violão 6 e 7 cordas) e Juliana Rodrigues (piano), que estão em processo de produção do primeiro álbum da formação – “Samba-Revolução” – com lançamento previsto para 2022. 

DJ Bia Sankofa 
Dia 30/01/22, Domingo | das 16h30 às 17h45| Livre| Grátis 
Residente em Cidade Tiradentes, DJ Bia Sankofa é pesquisadora e profunda conhecedora da black music, apresentando um set composto por influências de matrizes africanas através do Hip- Hop e Afro-Brasilidades. Pesquisadora de músicas africanas como Funaná, Souks, Kizomba, Kuduru, Marrabenta e Afropop. Sua trajetória está ligada com movimento cultural periférico e articulada com outras linguagens artísticas como literatura, teatro, capoeira, Hip Hop e ritmos afro percussivos. 
Participou do projeto de música experimental entre DJ/ Hip Hop e Percussão – DOS TAMBORES AOS TOCA DISCOS, realizado pelo DJ ErryG. Integrou as Co Curadorias regionais do 6° ENCONTRO DE DJS DE HIP HOP DA CIDADE SÃO PAULO em conjunto com DJ Eric Jay e DJ Clevinho idealizado pelo Instituto Cultural Dandara. Discotecou no Lançamento do documentário e do livro em SP “SELVA DE PEDRA – A FORTALEZA NOIADA” de PRETO ZEZÉ – Produtor cultural, educador e ex-coordenador-geral da Central Única das Favelas (CUFA) e no show de abertura da cantora Karol Conka no Projeto Domingo na ZL, organizado pelo SESI-SP em parceria com a Movimentar Produções. 
Apresentou-se como DJ convidada no XII Seminário Prazer em Ler do Instituto C&A em Parceria com Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias e da Festa de lançamento do Videoclipe de rap Motoboy, produzida pelo rapper Emicida – Lab Fantasma. DJ residente no Programa InterPRETAção (TV WEB) juntamente com Apresentador e Rapper Panikinho e Fundador da WAPI BRASIL e o SARAU RESISTÊNCIA PRETA organizado pelo Coletivo Força Ativa. 

Teatro e Circo

A Procissão 
Com Gero Camilo
Dia 21/01/22, Sexta | das 20h às 21h| 12 anos| Grátis 
A Procissão mostra a trajetória de romeiros que seguem sua caminhada em busca da sobrevivência e da fé. Num cenário simples, composto de velas, cruzes e lampiões, a peça caracteriza- se pela poesia e humor, embalados ao som da viola cortante e da percussão marcada, típicas das andanças desses sertões. Zé, interpretado por Gero Camilo, encara a platéia olho no olho e convida o espectador a caminhar com ele através do mundo árido, porém cheio de surpresas. A obra resgata um teatro onde o ator é a peça essencial, revelado na simplicidade cênica e na eloquência dos contadores de história, que fazem de Zé, um catalisador de nossas buscas. 
Gero Camilo é ator, dramaturgo, diretor (teatro e cinema), escritor, músico e produtor, formado pela EAD/ECA/USP. É proponente da empresa Macaúba Produções Artísticas. Fundou a Cia Tertúlia de Acontecimentos ao lado de Flavia Corrêa e Victor Mendes, além de outros artistas convidados pelo grupo para diversas montagens. Fundou também o Coletivo de cinema Fuleragem Filmes. 
Texto e Direção – Gero Camilo| Direção musical – Tata Fernandes|Interpretação – Gero Camilo|Anjos – 2 músicos acompanhantes – Zé Modesto e Tatá Fernandes 

Hoje tem Espetáculo
Com o Grupo Rosa dos Ventos 
Dia 22 /01/22| das 16h30 às 17h20| Grátis |Livre 
Malabaristas, atiradores de faca, entradas de palhaço e cenas de pura comédia dão forma a este espetáculo de rua que mantém as contradições entre o sublime e o grotesco presentes no imaginário coletivo do circo como um universo fantasioso e mágico. Com mais de 20 anos de história de circo e teatro, o Grupo Rosa dos Ventos escolheu as ruas e os espaços alternativos para atuar, colaborando com a construção de circuitos culturais populares e com a democratização da arte. 
Adaptação: Rosa dos Ventos|Elenco: Luis Valente, Fernando Ávila e Tiago Munhoz|Criação musical: Robson Toma e Grupo Rosa dos Ventos|Cenário: Deva Bhakta e Grupo Rosa dos Ventos 
Duração: 50 minutos

Mediação de Leitura 
De 08 /1/22 à 06/02/22| sábados e domingos| das 10h às 12h e das 14h às 16h| Livre| Grátis 
Utilizando o Gabinete de Habilidades instalado na alameda da unidade, os educadores da Cia Clara Rosa apresentam uma seleção de livros infantis em um espaço criado para o acolhimento e leitura do acervo, criando pontes entre leitores e livros. 

Toda forma de amor
Dia 29/01/22| sábado| 16h30| Livre| Grátis Com Cia. Badaiá Arte 
Uma pessoa pode comer um peixe e se apaixonar? Uma princesa pode não querer se noivar e, ainda assim, amar? Uma galinha pode deixar toda sua pompa de lado para ver que o que interessa é se sujar na lama? Essa contação se debruça a apresentar inusitadas formas de amar da literatura e do folclore, relembrando que amor é muito mais cheio de formas do que imaginamos. A Badaiá Arte, outrora Cia Arte Negus, é um grupo que realiza ações em literatura, teatro e artes visuais, tendo como linha de pesquisa a comicidade e o riso como instrumento de interação e transformação social. Fundada por Elaine Guarani e Augusto Figliaggi, a Cia. Já se apresentou em diversas instituições culturais e eventos como como FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty), Mostra Sesc Cariri de Artes e Cultura, Bienal do Livro de São Paulo, Semana Sesc de Leitura e Literatura em Cuiabá/MT, Feira do Livro de Maceió, entre outros. 

Artes visuais

Exposição Ausente Manifesto: ver e imaginar a arte
Até 20/2/22| Livre| Grátis| Acesso sem agendamento| 3ª a 6ª feira – das 13h às 11h| Sáb., Dom. e Feriados – das 09h às 18h 

Oficinas

Sempre aos Sábados e Domingos, com inscrições no local, até 15 minutos antes da atividade. Vagas Limitadas. Grátis em vários horários. Crianças menores de 12 anos deverão estar acompanhadas de adultos inscritos na atividade 

Cartografias Afetivas Com Fernando Saab 
Dia 20/01/22| quinta | das 19h às 20h30| A partir de 14 anos 

Pintura com têmpera de ovo 
De 22/01/22 à 23/01/22| sábado e domingo| 11h; 14h ou 15h30| Várias turmas | A partir de 06 anos 

Desenho com Sombras Com Rafaela Federici 
Dia 27/01/22| quinta| das 17h às 18h30| A partir de 06 anos 

Caderno de Artista 
De 29/01/22 à 30/01/22| sábado e domingo| 11h; 14h ou 15h30| Várias turmas | A partir de 07 anos 

Padronagem de Azulejo com Stêncil Com Samara Costa 
Dia 03/02/22| quinta | das 16h às 17h30| A partir de 10 anos 

Oficinas ambientais

Com Sítio Olho d’Água |Grátis| a partir de 12 anos Jardins Filtrantes 
Dia 20/1/22 | 5ª feira, das 17h às 19h 

Espiral de Ervas 
Dia 27/1/22 | 5ª feira, das 17h às 19h 

Espaço Brincar

Oficina Voadora 
De 12/01 a 23/02| Quartas| das 15h às 16h30| no Espaço de Brincar 
A oficina voadora propõe a construção de aviões de papel através de diferentes dobraduras que ocuparão os céus da unidade. 

Dado de histórias 
Dia 26/01| Quarta | em 2 horários 15h ou 18h| no Espaço de Brincar 

Serviço

  • Sesc Mogi das Cruzes
  • Endereço: Rua Rogerio Tácola, 118, Bairro do Socorro, Mogi das Cruzes, SP
  • Horário de funcionamento:
  • De terça a sexta, das 13h às 22h
  • Sábados, domingos e feriados, das 9h às 18h

Confira as últimas notícias de Mogi das Cruzes

Essa notícia foi atualizada em 20 de janeiro de 2022 09:52

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online