Prefeitura vai instalar semáforos e alterar trânsito em ruas de Cezar de Souza e Vila Rubens

A Secretaria Municipal de Transportes de Mogi das Cruzes anunciou que fará, na próxima terça-feira (4), alterações no trânsito em ruas de Cezar de Souza e da Vila Rubens. As intervenções compreendem a implantação de semáforos e de mão única de direção em vias que ligam corredores viários aos bairros.

Em Cezar de Souza, um semáforo será implantado no encontro da avenida Ricieri José Marcatto com a rua Manoel Sanches Grillo, no Jardim São Pedro. O objetivo, segundo a administração municipal, é ordenar a circulação neste ponto das vias.

Além disso, ainda em Cezar, o trecho da rua Manoel Sanches entre a Ricieri José Marcatto e a avenida Paulo VI passará a ter mão única de direção no sentido de quem acessa a Ricieri. A via também serve como opção de ligação entre a Ricieri José Marcatto e a avenida João XXIII.

Já na Vila Rubens, o encontro da avenida Fernando Costa com a rua João Fernandes de Lima também ganhará um semáforo. De acordo com a Prefeitura, além de ampliar a segurança para os motoristas que circulam pela avenida Fernando Costa, o equipamento também melhorará a travessia de pedestres na rua João Fernandes de Lima, facilitando o acesso ao prédio da Justiça Federal, que fica no encontro das duas vias.

No bairro também haverá implantação de mão única na rua João Fernandes de Lima, entre a avenida Fernando Costa e a rua Henriqueta Batalha Arouche. Os veículos passarão a circular apenas em direção à avenida Governador Adhemar de Barros.

“A implantação dos semáforos e de mão única têm como objetivo aumentar a segurança de quem circula com veículos e dos pedestres, que atravessam as ruas. Os semáforos que serão instalados terão botoeiras e sinais sonoros, melhorando a acessibilidade”, disse o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

O secretário afirmou, ainda, que a implantação dos semáforos faz parte de um convênio entre a Prefeitura de Mogi das Cruzes e Detran e os locais foram definidos com base em estudos conjuntos que levam em consideração índices de acidentes registrados e o risco de novas ocorrências.


Gostou do conteúdo? Ele é e sempre será 100% aberto e gratuito, no entanto, se considerá-lo importante e necessário, você pode apoiar nosso trabalho fazendo uma doação

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais