ALTO TIETÊ

Poá, Suzano e Itaquaquecetuba liberam a vacinação contra a gripe para todos os públicos

As cidades de Suzano, Itaquaquecetuba e Poá, na região do Alto Tietê, já divulgaram informações a respeito da ampliação da vacinação contra a gripe para todos os públicos acima de seis meses de idade, conforme liberado pelo Governo de SP.

A vacina aplicada é a trivalente, 100% produzida pelo Butantan, composta pelos vírus H1N1, a cepa B e o H3N2, do subtipo Darwin, que causou os surtos localizados no final do ano passado.

“É muito importante que as pessoas busquem a imunização para evitar casos mais graves e até internações pela gripe”, explica a enfermeira Maria Ligia Bacciotte Ramos Nerger, da Divisão de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde.

Confira abaixo mais informações sobre a vacinação nos municípios do Alto Tietê:

Poá

Em Poá, vacina contra a gripe está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, com exceção da UBS Doutor Cypriano Oswaldo Monaco, no Jardim Nova Poá, onde o horário de vacinação é das 9h às 18h.

De acordo com o secretário de Saúde, Alexandre Provisor, a imunização será realizada seguindo o que já acontece diariamente, com a finalidade de facilitar ao munícipe o acesso à vacina. “Os sintomas da gripe se confundem com os da Covid-19, por isso é importante se vacinar e ficar protegido contra estas doenças que, durante o período de baixas temperaturas, acabam registrando um aumento significativo de casos”, disse.

Segundo os dados divulgados pelo Departamento de Vigilância em Saúde, até o momento, já foram imunizadas 3.597 crianças de seis meses a menores de cinco anos, 428 gestantes, 41 puérperas, 1.445 trabalhadores da saúde, 9.901 idosos 60+, 546 professores da rede pública e particular, 1.419 pessoas com comorbidades, 55 das forças de segurança, 20 das forças armadas, 32 caminhoneiros, 55 trabalhadores do transporte público, oito pessoas com deficiência física, três funcionários do sistema prisional e cinco trabalhadores portuários.

“Infelizmente, estamos com um número baixo de munícipes aderindo à campanha de Vacinação Contra a Gripe, de acordo com os dados de cobertura. Por exemplo, no caso das gestantes, vacinamos 41,9%, sendo que o objetivo é atingir 90% deste público. Temos a mesma meta para as crianças com idade até cinco anos de idade, mas até então, imunizamos apenas 49,5%. Se pegarmos o total estimado da população de risco que é de 28.322 pessoas, esta porcentagem de cobertura vacinal sobe para 61,9%, mas também abaixo da expectativa de 90%”, disse o diretor do Departamento, Leonardo Barbosa Garcia.

Suzano

Em Suzano, a imunização contra a gripe ocorre nas 24 unidades de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h, enquanto houver doses disponíveis. Para receber a aplicação, basta o morador apresentar documento original com foto, comprovante de residência de Suzano e caderneta de vacinação.

Até o momento, 40.564 doses foram aplicadas no município. A expectativa é de que, com a ampliação da campanha, mais 37 mil suzanenses sejam contemplados com a imunização.

O secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, pontuou que a vacina confere proteção a três tipos de vírus Influenza (H1N1, H3N2 e B), sendo que a ampliação da campanha será mais uma aliada da Saúde dos suzanenses. “Não podemos descuidar. Além da Covid-19 (coronavírus), nos preocupamos com os quadros de síndrome gripal. A vacinação está liberada para todos os públicos, enquanto houver doses disponíveis, a fim de garantir maior cobertura vacinal e mais proteção aos munícipes. A prevenção é sempre o melhor remédio”, disse.

Itaquaquecetuba

Em Itaquaquecetuba, as aplicações da vacina contra a gripe seguem ocorrendo de segunda a sábado, das 8h às 16h, nas Unidades Básicas de Saúde, exceto na USF Jardim Josely. Podem receber a aplicação todas as pessoas com mais de seis meses, incluindo gestantes e puérperas, idosos e pessoas com deficiência ou comorbidade.

“A vacinação contra a influenza e contra a Covid-19 tem por objetivo reduzir a carga de doenças, prevenir hospitalizações e mortes, além de ajudar a desafogar a nossa rede. É importante que as pessoas tenham consciência disso”, afirmou o prefeito Eduardo Boigues.

Entre em nosso Grupo no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região

Essa notícia foi atualizada em 23 de junho de 2022 09:46

Compartilhar
Grazielly Maciel

Estagiária em jornalismo (sob supervisão do editor)