Mogi das Cruzes libera aulas presenciais para educação infantil em escolas particulares

Após avançar para a fase vermelha da quarentena, a cidade de Mogi das Cruzes liberou escolas particulares a atenderem alunos da educação infantil a partir desta quarta-feira (14). Já unidades de ensino públicas e particulares que atendem a partir do ensino fundamental continuarão com atividades remotas, como estabelece o Decreto Municipal nº 20.000 de 13 de abril.

A administração municipal reforça que escolas particulares poderão atender 50% do total de alunos da educação infantil matriculados. Ainda assim, deverão seguir os protocolos sanitários definidos em normas estaduais e municipais e o distanciamento de 1,5 m. O retorno dos estudantes é opcional e os funcionários que se enquadram no grupo de risco devem ser mantidos em teletrabalho.

A deliberação da Prefeitura considera que “as unidades particulares, por suas estruturas menos complexas e compactas, têm condições de adotar as medidas de segurança sanitária com mais rapidez, visto que a quantidade de alunos neste setor é menor do que no público”. A administração municipal afirmou, ainda, que este período servirá de avaliação para a retomada gradual em outras unidades de ensino.

As escolas públicas e particulares a partir do ensino fundamental estão autorizadas a realizar atividades presenciais específicas para fins de manutenção emergencial, distribuição de kits de alimentação e kits escolares.

Essa notícia foi atualizada em 14 de abril de 2021 14:42

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais