Categorias
BRASIL

5 bancos que oferecem empréstimo para MEI



O Microempreendedor Individual (MEI) está sujeito a várias adversidades que podem fazer com que, em alguns meses, o faturamento não seja suficiente para pagar todas as dívidas. Nestas horas, contar com um empréstimo pode ser a saída para contornar a situação e reequilibrar o orçamento.



Antes de contratar crédito, entretanto, é preciso estar atento às taxas de juros e demais encargos vinculados ao empréstimo. Caso contrário, o empreendedor pode acabar contraindo uma dívida maior que imagina e, mais para frente, enfrentar problemas para pagar as parcelas.



Ao se formalizar como MEI, o empreendedor passa a ter acesso a diversas vantagens, como a possibilidade de contribuir com a Previdência Social e de emitir notas fiscais, além de contar com a facilidade do Microcrédito.



Como o próprio nome indica, o microcrédito é um empréstimo com valor menor, se comparado às demais linhas de crédito empresariais. Por outro lado, sua aprovação é mais fácil e os juros são considerados baixos.



O microcrédito pode variar de R$ 100 a até R$ 21 mil. O valor varia de acordo com o faturamento do MEI e a finalidade do empréstimo – os bancos costumam liberar valores menores para investimento em capital de giro e maiores para investimentos com Infraestrutura (como compra de maquinários e reformas). Já a quantidade de parcelas varia de acordo com a instituição financeira.

Confira a seguir uma relação com cinco instituições financeiras que trabalham com o empréstimo para MEI (Microcrédito):

  • BNDES: Uma das linhas de microcrédito mais procuradas do mercado é a do Banco Nacional do Desenvolvimento. Ela libera até R$ 21 mil para capital de giro e investimentos como obras civis, aquisição de máquinas e equipamentos novos ou usados, além de compra de insumos e materiais. A taxa de juros não pode ultrapassar 4% ao mês e a taxa administrativa não deve exceder 3% sobre o valor financiado.
  • Bradesco: o banco oferece até R$ 21 mil com isenção de IOF e tarifa de Abertura de Crédito (TAC) financiada no valor da operação
  • Banco do Brasil: no BB também é possível conseguir empréstimo de até R$ 21 mil para MEI.  O prazo para pagamento varia de 4 a 18 meses, com carência de até 45 dias. Taxas de juros de 2,8% a 3,5% ao mês, de acordo com a experiência de crédito do cliente. Alíquota zero de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).
  • Itaú: Os valores variam entre R$ 400 e R$ 21 mil e podem ser parcelado em até 15 vezes. Taxa de juros de até 3,79% ao mês. A tarifa de abertura de crédito (TAC) é de 3% do valor
  • Santander: No Prospera, é possível conseguir empréstimos de valores que vão de R$500,00 até R$21.000, com taxas de juros não ultrapassam 3,79% ao mês. A primeira parcela do empréstimo é paga ao banco em até 60 dias. 
Para receber mais notícias sobre finanças e benefícios sociais, entre em nossos canais no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia: