BRASIL

MEI: veja opções de empréstimo e cartão de crédito para quem tem CNPJ

Quem é MEI (Microempreendedor Individual) sabe que, muitas vezes, um recursos financeiro, por menor que seja, pode ser suficiente para impulsionar o negócio e alcançar uma receita maior ao final do mês. Pensando nisso, os bancos começaram a oferecer linhas de crédito voltadas exclusivamente a este público.

A boa notícia é que o MEI acaba conseguindo obter empréstimo com condições mais atrativas, como juros menores e maior prazo para pagamento. Além disso, o crédito é concedido de forma mais fácil e com menos burocracia.

Outra novidade que vem sendo lançada por diversas instituições financeiras é o cartão de crédito para MEI, que permite que os empreendedores parcelem as compras referentes aos gastos com a empresa, como compra de maquinário, ferramentas e materiais.

Confira abaixo as principais opções de empréstimo e cartão de crédito para MEI:

Empréstimo para MEI

Empréstimo BNDES

O BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) oferece empréstimo de até R$ 20 mil para quem é MEI. Por meio do Microcrédito BNDES é possível obter recursos para capital de giro e investimentos como obras civis, aquisição de máquinas e equipamentos novos ou usados, e compra de insumos e materiais.

A taxa de juros do empréstimo é negociada entre o agente operador e o cliente, não podendo passar de 4% ao mês, considerando-se já todos os encargos. A taxa administrativa, por sua vez, poderá ser cobrada pelo agente operador no ato da abertura de crédito, não excedendo 3% sobre o valor financiado.

De acordo com o BNDES, para a concessão do empréstimo não serão exigidas garantias reais, já que a maioria das transações tem como garantia o aval solidário.

O BNDES Microcrédito pode ser solicitado por pessoas físicas e jurídicas empreendedoras de atividades produtivas de pequeno porte, ou seja, aquelas que obtenham receita bruta igual ou inferior a R$ 360 mil em cada ano-calendário.

Empréstimo Caixa TEM

O Caixa Tem SIM Digital, nova linha de crédito da Caixa Econômica Federal, já está sendo disponibilizada a quem é MEI (microempreendedor individual) ou trabalhador informal. É possível solicitar até R$ 3.000, mesmo estando com CPF negativado, ou seja, com o nome sujo.

No caso dos trabalhadores informais, o valor do crédito oscila entre R$ 300 e R$ 1.000, com taxa de juros de 1,95%. Já para quem é MEI (Microempreendedor Individual) o valor do empréstimo varia de R$ 1,5 mil a R$ 3 mil e a taxa é de 1,99%. Em ambos os casos, o prazo para pagamento é de até dois anos.

Vale ressaltar que os recursos do empréstimo deverão obrigatoriamente ser utilizados no negócio, seja com aumento do capital de giro ou compra de insumos e investimentos em equipamentos e utensílios que favoreçam o aumento da produção.

A expectativa do governo federal é que, somente nos primeiros 12 primeiros meses de funcionamento, o Caixa Tem SIM Digital beneficie cerca de 4,5 milhões de pessoas.

Empréstimo Banco do Povo

O programa Nome Limpo, do Banco do Povo Paulista, está oferecendo R$ 100 milhões em empréstimo para empresas durante a pandemia da Covid-19. A iniciativa foi lançada em 2022, com o objetivo de facilitar a regularização da situação de empresários negativados junto aos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

Por meio do programa, empresários podem solicitar crédito de R$ 100 a R$ 5 mil, com até 180 dias para iniciar o pagamento da 1ª parcela e 24 meses para quitação.

De acordo com o Governo de SP, o empréstimo será concedido a pessoas jurídicas qualificadas como MEI (Microeemprendedor Individual), ME (Micro Empresa), Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) ou LTDA (sociedade limitada) que se endividaram durante a pandemia e não conseguiram quitar os pagamentos e por conta disso, foram negativados.

Cartão de crédito para MEI

Cartão Nubank

O cartão de crédito Nubank PJ permite que os clientes possam fazer compras com a conta empresarial, ajudando na organização das finanças, separando o dinheiro PF e PJ e minimizando o impacto no caixa da empresa no momento das compras para o negócio.

Com o Cartão PJ com função crédito do Nubank o cliente tem todas as funcionalidades do roxinho: nenhuma anuidade ou tarifas escondidas, aplicativo, acompanhamento de faturas, ajuste do limite de crédito, bloqueio e desbloqueio de cartão, integração com a conta e muito mais.

Na fase de testes, apenas um grupo de clientes da Conta PJ poderá usar o cartão de crédito PJ do Nubank. Caso você seja cliente e já tenha o cartão de débito, você verá a opção de registrar seu interesse na função crédito no app. Se você não tiver essa opção, será preciso esperar mais um pouco. Se você for cliente da Conta mas não tiver o cartão de débito ainda, será preciso pedir o seu, para então ver se você pode registrar o seu interesse pelo app.

Cartão MEI Fácil

Com o cartão de crédito MEI Fácil, o microempreendedor pode investir em equipamentos, insumos, ter um maior poder de barganha com fornecedores, realizar investimento em capital de giro, entre outros ativos que poderão transformar a empresa para melhor.

O cartão MEI Fácil não tem mensalidade nem anuidade e permite realizar compras parceladas ou à vista. A Bandeira é Visa.

O cartão de crédito da MEI Fácil é físico e virtual. Você pode fazer compras nas maquininhas ou em lojas online de forma fácil e segura, inclusive compras internacionais.

Cartão BNDES

O Cartão BNDES é um produto que, baseado no conceito de cartão de crédito, visa a financiar os investimentos das micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) e dos empresários individuais, inclusive microempreendedores individuais (MEIs).

Podem obter o Cartão BNDES os empresários individuais (inclusive os MEIs) e as MPMEs (com faturamento bruto anual de até R$ 300 milhões) sediadas no País, com controle e maioria do capital votante nacionais, que exerçam atividade econômica compatível com as Políticas Operacionais e de Crédito do BNDES e que estejam em dia com o INSS, FGTS, RAIS e tributos federais. Ressalta-se que, quando a empresa fizer parte de grupo econômico, o faturamento bruto anual total do grupo também não poderá exceder a cifra permitida.

O Cartão BNDES é emitido por instituições financeiras credenciadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (ver a pergunta “Quais são os bancos emissores do Cartão BNDES?”). A emissão se dá por meio de bandeiras de cartão de crédito parceiras.

O portador do Cartão BNDES efetuará sua compra exclusivamente no âmbito do site www.cartaobndes.gov.br, procurando, no catálogo existente, os bens e serviços que lhe interessam, e seguindo os passos indicados para a compra.

As condições financeiras em vigor são:

  • Limite de crédito de até R$ 2 milhões para cada cliente, por banco emissor.
  • Prazo de parcelamento de 3 a 48 meses.
  • Taxa de juros pré-fixada (informada na página inicial do site www.cartaobndes.gov.br).

Essa notícia foi atualizada em 28 de junho de 2022 10:05

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP