Horário do comércio em Mogi das Cruzes terá redução a partir de segunda (22)

CIDADE PRIORIDADE

O comércio de Mogi das Cruzes terá redução de horários a partir desta segunda-feira (22). A medida foi tomada pela Prefeitura na última sexta (19), após reunião por teleconferência com o promotor de Justiça Fernando Lupo, que alertou sobre a obrigatoriedade dos municípios de cumprirem o decreto estadual, que estabelece um limite de quatro horas por dia para funcionamento do comércio na fase 2 (laranja) do Plano São Paulo – o documento indica as normas para flexibilização da quarentena e faz a classificação dos municípios, de acordo com os dados técnicos para o combate à pandemia causada pelo novo coronavírus.

Com a mudança solicitada pelo Ministério Público de São Paulo (MP/SP), os estabelecimentos comerciais de Mogi das Cruzes poderão funcionar das 11h às 15h, enquanto os escritórios, das 13h às 17h, e o shopping center, das 15h às 19h. O horário de atendimento presencial da Prefeitura, que está sendo feito por agendamento, também será reduzido.

De acordo com as normas estabelecidas pelo Plano São Paulo, os estabelecimentos do comércio de rua, serviços e shopping center podem funcionar com até 20% de sua capacidade e adotando as medidas de controle para prevenção da disseminação do novo coronavírus. 

Veja também: o que pode funcionar em Mogi durante a fase laranja da quarentena

O prefeito Marcus Melo, que participou da teleconferência ao lado dos presidentes da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC), Marcos Zatsuga, do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomercio), Valterli Martines, e de representantes do Mogi Shopping, ressaltou ao promotor que a ampliação do horário proposto pela cidade teve o objetivo de evitar aglomerações no comércio.

“O promotor avaliou que o trabalho realizado pela Prefeitura mostra o compromisso e o esforço de toda a cidade para controlar a pandemia. Ele inclusive disse que a cidade e a região possuem condições de solicitar ao Governo do Estado a mudança para a fase amarela, que diminui as restrições para as atividades. Mas, do ponto de vista legal, enquanto a flexibilização não é autorizada pelo Estado, a cidade deve seguir o decreto estadual”, disse o prefeito.

Confira as últimas notícias sobre a quarentena em Mogi das Cruzes e Região

Entre em nossos Grupos de WhatsApp ou em nosso Canal no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região



Deixe um comentário:
Os comentários não representam a opinião do Notícias de Mogi e são de responsabilidade do autor da mensagem. Conteúdos com palavrões serão excluídos.