MOGI DAS CRUZES

Em Mogi, secretário estadual desmente boatos sobre o fim da Casa da Agricultura

O secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira, desmentiu nesta quinta-feira (3) os boatos sobre o encerramento da Casa da Agricultura e do trabalho de apoio e capacitação oferecida aos produtores rurais. Ele garantiu que a meta é modernizar e aprimorar o atendimento oferecidos aos agricultores. Junqueira participou de uma reunião agendada pelo prefeito de Mogi das Cruzes, Marcus Melo. O encontro também teve a participação dos prefeitos de Biritiba Mirim, Walter Tajiri; de Salesópolis, Vanderlon Gomes; e do presidente do Sindicato Rural de Mogi das Cruzes, Gildo Saito.

Segundo Junqueira, o Estado conta com 80 Casas da Agricultura e, de acordo com o processo de modernização e reestruturação da pasta, serão mantidas 32 nas regiões administrativas do Estado. O objetivo é ampliar e modernizar o serviço oferecido aos produtores, retirando a parte administrativa das funções dos técnicos para que eles possam estar mais presentes no campo auxiliando os produtores. “Importante destacar que toda esta reformulação será discutida com os produtores da região, suas entidades representativas, os técnicos e servidores da nossa secretaria e dos municípios”, afirmou o secretário.

“A reunião, realizada aqui na Prefeitura, foi bastante produtiva e esclarecedora, porque havia uma série de boatos que falavam sobre o encerramento das atividades da Casa da Agricultura e de todo apoio técnico oferecido aos produtores rurais. As palavras do secretário nos deixaram mais tranquilos, pois a agricultura de nossa cidade é responsável por cerca de 10% do PIB de Mogi e mais de 10 mil empregos diretores e indiretos”, assinalou o prefeito.

Junqueira e o prefeito Marcus Melo decidiram pela criação de um grupo de trabalho que será organizado pelo secretário municipal de Agricultura de Mogi das Cruzes, Renato Abdo, que também coordena a Câmara Técnica de Agricultura no Condemat (Consórcio de Desenvolvimentos dos Municípios do Alto Tietê). As conversas deverão ter início na próxima terça-feira 8) na reunião mensal do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Mogi das Cruzes.

O grupo irá apontar as necessidades e projetos para o desenvolvimento e fortalecimento da agricultura na região. “Assumimos um compromisso com o secretário Gustavo Junqueira, para estabelecer um diálogo entre Mogi das Cruzes e as demais cidades da região, atendidas pela Secretaria, para a gente dialogar e entender o que podemos construir nos próximos meses. É importante que todos participem desse processo para o desenvolvimento e fortalecimento da agricultura de nossa cidade e região”, avaliou Melo.

Sobre a Casa da Agricultura

A Casa da Agricultura é uma unidade do CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) que tem a missão de promover o desenvolvimento rural sustentável, por meio de programas e ações participativas com o envolvimento da comunidade, de entidades parceiras e de todos os segmentos dos negócios agrícolas. Ela coordena e executa os serviços de assistência técnica e extensão rural ao pequeno e médio produtor rural, com ênfase na produção animal e vegetal, conservação do solo e da água e produção de sementes e mudas.

A Casa da Agricultura promove ações diretas ou articuladas com outras entidades para garantir o acesso dos produtores rurais a políticas públicas em diversas áreas como crédito rural, seguro subsidiado, geração de renda e adequação ambiental, além de prestar apoio técnico aos agricultores sobre diversos temas.

Essa notícia foi atualizada em 3 de setembro de 2020 19:23

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais