BRASIL

Dataprev aprova pagamento do auxílio emergencial 2021 a mais 30 mil pessoas

A Dataprev – empresa de processamento de dados do governo federal – informou que, neste mês de julho, mais 30.390 cidadãos foram considerados elegíveis para o recebimento do auxílio emergencial 2021. A medida ocorreu após conclusão do processo de análise e aprovação (homologação) dos resultados pelo Ministério da Cidadania, órgão gestor do programa.

De acordo com o Ministério da Cidadania, os cidadãos considerados elegíveis nesta remessa de julho receberão todas as parcelas que têm direito, conforme calendário de transferências e saques da quarta parcela do auxílio emergencial 2021. O investimento do governo federal ao novo grupo será de R$ 6,39 milhões.

Os 30.390 novos beneficiados fazem parte dos inscritos pelos meios digitais e integrantes do Cadastro Único. Serão 18.675 com cota de R$ 150. Outros 6.376 cidadãos receberão a de R$ 250. Já 5.339 pessoas terão o valor de R$ 375 depositado nas contas sociais, informou a Dataprev.

O lote de julho é composto por: trabalhadores que aguardam análise inicial; pessoas que apresentaram contestações consideradas inelegíveis anteriormente – incluindo o reprocessamento de contestações do primeiro lote divulgado em abril – ; além daqueles que passaram a cumprir os requisitos do auxílio emergencial 2021.

A consulta para saber se tem direito ao benefício pode ser realizada no Portal de Consultas do Programa – desenvolvido pela Dataprev.

“Temos realizado uma operação abrangente, no sentido de que o auxílio emergencial seja pago à população em situação de vulnerabilidade, e muito criteriosa, para evitar fraudes e repasses indevidos”, afirmou o ministro da Cidadania, João Roma, acrescentando que toda a operação de pagamento do benefício passa por cruzamento de informações de diversos bancos de dados para garantir que os recursos cheguem a quem mais precisa.

Têm direito ao benefício somente famílias com renda per capita de até meio salário mínimo (R$ 550) e renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.300). Além disso, apenas uma pessoa da família pode receber o apoio financeiro.

Como contestar

O período de contestação para os cidadãos considerados inelegíveis e que não concordem com os resultados deste novo lote vai até o próximo sábado (24). A contestação também pode ser realizada por meio do site da Dataprev.

O Ministério da Cidadania lembra que aqueles que já contestaram anteriormente não podem apresentar novo requerimento. Além disso, alguns motivos de não aprovação são definitivos e, para esses casos, não é possível realizar a medida.

4ª parcela do auxílio emergencial

Atualmente, a Caixa Econômica Federal realiza pagamentos referentes à quarta parcela do auxílio emergencial. Os depósitos a trabalhadores informais e inscritos no CadÚnico tiveram início no sábado (17), ao passo que beneficiários começaram a ter acesso à nova parcela na segunda-feira (19).

Vale lembrar que o calendário do auxílio emergencial para informais e CadÚnico evolui de acordo com o mês de nascimento do beneficiário e os pagamentos e saques ocorrem em datas diferentes, enquanto os beneficiários do Bolsa Família recebem de acordo com o NIS (Número de Identificação Social) e o saque é liberado junto com o pagamento.

No caso dos trabalhadores informais e inscritos no CadÚnico, primeiro o dinheiro é depositado em uma poupança social digital que pode ser movimentada por meio do aplicativo Caixa Tem, para pagamento de contas, compras pela internet e em algumas maquininhas de débito.

Confira todas as datas nos calendários abaixo, referentes à quarta parcela do auxílio emergencial 2021:

Informais e CadÚnico

Mês de aniversárioUso digitalSaque
Janeiro17 de julho2 de agosto
Fevereiro18 de julho3 de agosto
Março20 de julho4 de agosto
Abril21 de julho5 de agosto
Maio22 de julho9 de agosto
Junho23 de julho10 de agosto
Julho24 de julho11 de agosto
Agosto25 de julho12 de agosto
Setembro27 de julho13 de agosto
Outubro28 de julho16 de agosto
Novembro29 de julho17 de agosto
Dezembro30 de julho18 de agosto

Bolsa Família

Final do NISDia do pagamento
119 de julho
220 de julho
321 de julho
422 de julho
523 de julho
626 de julho
727 de julho
828 de julho
929 de julho
30 de julho
Fonte: Caixa Econômica Federal

Essa notícia foi atualizada em 20 de julho de 2021 11:32

Compartilhar
Tudo sobre: Auxílio emergencial

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais