MOGI DAS CRUZES

Câmara de Mogi das Cruzes cria Frente Parlamentar contra o pedágio na Mogi-Dutra

Foi aprovado pela Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, na sessão ordinária desta terça-feira (06), o Projeto de Decreto Legislativo 13/2021, que cria a Frente Parlamentar Contra o Pedágio na Mogi-Dutra. A iniciativa, de autoria dos vereadores Prof. Edu Ota (Pode), Johnross (Pode), Malu Fernandes (SD) e Policial Maurino (Pode), teve aprovação unânime da Casa.

De acordo com os autores da proposta, o pedágio proposto pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) não irá apenas prejudicar a vida e bolso de motoristas e moradores da região, mas também o desenvolvimento regional e comprometer o crescimento econômico e social do município.

Durante a sessão também houve manifestações favoráveis à medida. “É fundamental a Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, que já está envolvida nessa luta contra o pedágio, fortalecer e reforçar. Essa Frente tem esse objetivo”, ressaltou Inês Paz (PSOL).

“A instalação de um pedágio tem a consequência também na divisão do município de Mogi das Cruzes. O valor do pedágio será elevado e não poderá existir tarifa diferenciada para moradores da cidade. A cobrança de tarifas vai onerar esses habitantes nos deslocamentos entre bairros de uma mesma cidade, em situações rotineiras e essenciais, como o acesso a hospitais, escolas, serviços e compras. A medida poderá separar pessoas da periferia e da região central, onde estão as ferramentas públicas, o que resultaria em processo de empobrecimento e miséria naquela área. Separa trabalhadores de indústrias e isola moradores”, argumentaram os vereadores no documento apresentado ao Plenário.

“Faço um apelo para que os vereadores peçam o posicionamento dos deputados porque é uma forma de fazer pressão a respeito desse tema”, pediu a vereadora Malu Fernandes (SD).

Mais um trabalho que tem que ganhar força para derrubar essa história do pedágio em nossa cidade. Tem que ter o apoio desta Casa e de todos os vereadores”, acrescentou o vereador Maurinho do Despachante (PSDB).

Com a aprovação do Projeto, a Frente Parlamentar atuará com o objetivo de promover debates, estudos técnicos e especializados, buscando soluções junto aos órgãos competentes nas esferas de Governo Federal, Estadual e Municipal a fim de discutir formas para evitar a instalação de uma nova praça de pedágio na Rodovia Mogi-Dutra proposta pela Artesp. A participação na frente será facultada a todos os vereadores.

Essa notícia foi atualizada em 6 de julho de 2021 17:52

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online