BRASIL

Calendário Saque FGTS 2022: veja quem poderá sacar até R$ 1.000 esta semana

Iniciado em abril, o calendário do Saque FGTS 2022 continua esta semana, liberando a retirada de até R$ 1.000 das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia a novos grupos, conforme autorização do governo federal.

O saque extraordinário do FGTS já foi liberado a todos os trabalhadores nascidos entre janeiro e setembro. Na próxima quarta-feira (1) será a vez dos trabalhadores que nasceram em outubro sacarem o dinheiro. Confira o calendário abaixo.

Mês de nascimentoData do Saque FGTS
Janeiro20 de abril
Fevereiro30 de abril
Março4 de maio
Abril11 de maio
Maio14 de maio
Junho18 de maio
Julho21 de maio
Agosto25 de maio
Setembro28 de maio
Outubro1º de junho
Novembro8 de junho
Dezembro15 de junho

Os recursos do Saque FGTS 2022 são transferidos para a conta poupança digital da Caixa Econômica Federal, podendo ser movimentados por meio do Caixa Tem, aplicativo que permite o pagamento de contas domésticas e a realização de compras virtuais em estabelecimentos não conveniados. O Caixa Tem também libera o saque em caixas eletrônicos e a transferência para a conta de terceiros.

Serão liberados cerca de R$ 30 bilhões para aproximadamente 42 milhões de trabalhadores com direito ao saque extraordinário do FGTS. O dinheiro estará disponível até 15 de dezembro, quando voltará para a conta vinculada do FGTS, caso não seja gasto, retirado ou transferido para conta corrente.

Para consultar se têm direito ao Saque FGTS 2022 os trabalhadores devem acessar o site do FGTS, onde poderão verificar, além do valor, as datas em que ocorrerá o crédito na Poupança Social Digital. A consulta ao valor do saque extraordinário do Fundo de Garantia também poderá ser realizada por meio do aplicativo do FGTS (disponível na Google Play e na App Store).

Para receber mais novidades sobre benefícios sociais, entre em nossos grupos no Facebook e Telegram

Essa notícia foi atualizada em 29 de maio de 2022 21:26

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP