Suspeito de ataques a bancos na capital é preso pela Polícia Civil em Arujá

A Polícia Civil prendeu, na tarde de quinta-feira (17), um homem de 37 anos identificado como líder de uma quadrilha envolvida em três roubos a bancos no ano passado, na zona sul de São Paulo. A detenção aconteceu na cidade de Arujá, na região metropolitana de São Paulo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), agentes da 5ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Furtos e Roubos a Bancos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), investigavam o suspeito desde a primeira invasão bancária, em maio de 2019, na rua Fradique Coutinho, no bairro Itaim Bibi.

Ainda segundo a SSP-SP, ele é suspeito de outros dois ataques em junho e julho do ano passado, sendo que no último mês, a partir da prisão de um integrante da quadrilha e de armamentos, o líder entrou no radar de possíveis detenções e os policiais conseguiram informações sobre um deslocamento dele.

Apesar de ser uma ação de risco, a equipe especializada disse que observou todos os detalhes e realizou um planejamento estratégico, obtendo êxito na ação sem que houvesse qualquer reação do suspeito. Ele foi detido quando estava a caminho um hospital em Arujá e recolhido ao sistema penitenciário.

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais