Categorias
POLÍCIA

SHPP de Mogi esclarece latrocínio que vitimou portador de deficiência em Biritiba Mirim



O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes esclareceu o latrocínio que vitimou um portador de deficiência no ano passado em Biritiba Mirim. Na madrugada desta terça-feira (26), mandados de prisão temporária concedidos pela 3ª Vara Criminal de Mogi das Cruzes foram cumpridos pelos policiais e dois homens foram presos. Um terceiro indivíduo segue foragido.



O crime se deu no dia 27 de agosto de 2020, por volta das 20h, quando três homens invadiram uma casa na Rua João Borges, no Jardim Real, e anunciaram um assalto. Com requintes de crueldade, eles esfaquearam o pai, um idoso de 79 anos, e o filho autista, de 57, que acabou não resistindo e morrendo no local após levar dez facadas no tórax, pescoço, costas, ombro e mãos. Os assaltantes fugiram levando R$ 24 mil em dinheiro.



Um dos indivíduos presos nesta terça confessou a prática dos crimes, ao passo que o outro negou participação, informou o SHPP de Mogi, acrescentando que os três já possuíam antecedentes criminais por tráfico de drogas e um deles também por roubo.



Para receber mais notícias do Alto Tietê, entre em nossos canais no WhatsApp: Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano



Compartilhe essa notícia: