MOGI DAS CRUZES

Previsão de abertura do Sesc Mogi está mantida para este semestre

Conforme divulgado em abril, segue mantida para este semestre a previsão de abertura da unidade provisória do Sesc Mogi das Cruzes, que está sendo construída onde antes funcionava o Centro Esportivo do Socorro.

Em visita de representantes do Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê) às instalações, neste segunda (20), a gerente Denise Mariano afirmou que a unidade deve ter a primeira fase de ocupação liberada até o final do ano com oficinas e atividades culturais, esportivas e ambientais para o público. Na segunda fase de ocupação, a partir do segundo semestre de 2022, novos espaços devem ser abertos.

De acordo com a gerente do Sesc Mogi, nesta fase inicial a intenção é conhecer e se aproximar dos municípios da região, bem como da classe artística. “Nós procuramos estar próximos à classe artística, dialogando diretamente com o setor. Estamos estruturando nossa equipe para iniciar este trabalho cada vez mais forte com a cultura local e regional inserida na nossa programação”, afirmou Denise.

“O Sesc é uma entidade privada muito respeitada, que promove um trabalho de qualidade para a população em geral na promoção da cultura e dos esportes. Ter mais uma unidade em nossa região irá fortalecer os trabalhos já existentes e dá abertura para novas parcerias”, disse o secretário executivo do Condemat, Adriano Leite, que conheceu a estrutura do local e discutiu futuras parcerias na realização de eventos, cursos e oficinas.

O coordenador da Câmara Técnica de Cultura do Condemat, Walmir Pinto, também falou da importância da instalação do Sesc para o fortalecimento da classe artística da região. “Nossa região tem um movimento artístico estruturado e a vinda do Sesc pode fortalecer e abrir espaço para a classe que tem sido tão penalizada por conta da pandemia”, disse.

O Sesc passa, atualmente, por uma reformulação na regionalização de atendimento às cidades e até o final deste ano devem ser definidos quais municípios da região estarão vinculados à unidade de Mogi das Cruzes.

Projeto do Sesc Mogi

Na primeira etapa de implantação, o Sesc está aproveitando as estruturas que já existiam no Centro Esportivo do Socorro, como alguns prédios, campo de futebol, quadras e piscina. Com isso, elas estão passando por serviços de reforma e de adequação para as necessidades do Sesc. A entidade também está trabalhando em ações internas como substituição de instalações elétricas, execução de rede lógica e adequações nas instalações da piscina.

De acordo com o projeto do Sesc para a unidade, nas edificações ao lado da piscina serão implantados um galpão multiuso e um espaço de convivência, de leitura, bem como uma loja Sesc. Já nos prédios à esquerda da entrada principal, a ideia é instalar um espaço de tecnologia e artes, uma oficina de artes, uma central de relacionamento e também uma área administrativa.

Nos espaços abertos, o projeto prevê a implantação de um bosque central, de um quiosque com oficinas de educação ambiental e de espaços de brincar. Também está previsto um espaço fechado para as crianças desenvolverem suas habilidades e imaginação. 

A primeira fase do projeto prevê ainda pista de caminhada, sala de ginástica, vestiários, praça de eventos, praça recreativa, salas multifuncionais, além de espaços destinados à administração e apoio operacional. Já na segunda fase, o Sesc projeta algumas instalações complementares, como um espaço para café, uma carreta odontológica e também um campo de grama sintética.

Projeto Sesc Mogi (Divulgação)

Tira-dúvidas

Para auxiliar os munícipes, a Prefeitura de Mogi das Cruzes preparou um tira-dúvidas a respeito da abertura do novo Sesc na cidade. Confira abaixo:

  1. O que é o Sesc?

O Sesc é uma entidade privada, mantida por empresários do comércio de bens, turismo e serviços, que tem como objetivo proporcionar o bem-estar e qualidade de vida aos trabalhadores
deste setor, seus familiares e a comunidade de uma forma geral.

  1. Tenho que pagar para entrar no Sesc?

Não. A entrada em uma unidade Sesc é totalmente gratuita para toda a população.

  1. Em que áreas um Sesc atua?

O Sesc tem uma ação multidisciplinar. Ele promove ações nos campos da Educação, Saúde, Cultura, Lazer e Assistência Social.

  1. Como são definidas as atividades oferecidas por um Sesc?

As atividades do Sesc seguem modelos de ação construídos por especialistas em diversas áreas, garantindo que a atuação seja adequada às necessidades da sociedade.

  1. O que eu encontro em um Sesc?

Em regra, um Sesc possui teatro, área para shows e espetáculos, área de convivência, biblioteca com livros, revistas e jornais, campo de futebol soçaite em grama sintética e quadra poliesportiva, restaurante e café, consultórios odontológicos, espaço de tecnologia e artes, espaço de brincar, estacionamento, ginásio coberto poliesportivo, loja Sesc, sala de exposição, sala de expressão corporal e de ginástica multifuncional, sala de múltiplo uso, oficinas culturais, paraciclo, piscinas recreativa e infantil descobertas e climatizadas, mais piscina semiolímpica e infantil coberta e aquecida, deck e solário, terraço panorâmico e vestiários, além de uma extensa programação cultural que inclui teatro, cinema, dança, e todas os demais segmentos artísticos.

  1. Esses espaços e atividades são todos abertos a toda a população? Há cobrança de taxas?

O único serviço oferecido pelo Sesc que é exclusivo aos trabalhadores das áreas do comércio de bens, turismo e serviços, bem como aos seus familiares, é o atendimento odontológico, em virtude da alta demanda. Os demais serviços são abertos à população de uma forma geral. Muitos são gratuitos e quando há cobrança, é sempre com valor subsidiado.

  1. Qual será o valor das taxas para as atividades pagas?

O valor a ser cobrado por atividade depende de um estudo, que está sendo realizado pelo Sesc e que tem como base as características de Mogi das Cruzes. Trata-se, portanto, de algo que será diretamente adequado à realidade da cidade.

  1. As atividades são para todas as idades?

Sim, o Sesc tem atividades para crianças, jovens, adultos e também idosos. Atende a todas as faixas etárias. No caso de atrações infantis, teatro e música para crianças com até 12 anos são inteiramente gratuitos. E existe também o projeto Sesc Esportes, por meio do qual crianças e jovens não pagam para praticar modalidades esportivas e ainda têm a alimentação garantida pelo Sesc.

  1. Quantas pessoas seriam atendidas pelo Sesc Mogi?

Estudos apontam que a unidade Mogi das Cruzes atenderia até 30 mil pessoas/mês. Para que se tenha um comparativo, são atendidas no Centro Esportivo do Socorro aproximadamente mil pessoas/mês.

  1. Preciso fazer carteirinha?

O Sesc trabalha com três tipos de credenciais: a Credencial Plena, que pode ser feita por trabalhadores das áreas do comércio de bens, turismo e serviços; a Credencial Atividades, que pode ser feita por qualquer cidadão e é exigida para a realização de algumas atividades oferecidas pelas unidades Sesc e a Matrícula de Interesse Social (MIS). A MIS é uma ferramenta de interface com entidades filantrópicas e socioassistencialistas, de forma a estender os serviços e benefícios Sesc às equipes que atuam nessas entidades. Vale lembrar, contudo, que a entrada no Sesc é sempre gratuita e dispensa apresentação de
credencial.

  1. Como funciona o uso das piscinas do Sesc?

Para o uso das piscinas recreativas do Sesc, o cidadão precisa apenas providenciar um exame dermatológico, que precisa ser feito a cada 6 meses. Já para a prática de atividades físicas e cursos permanentes, também é pedido exame clínico e há cobrança de taxas, porém subsidiadas, com valores acessíveis.

  1. O Sesc Mogi só pode ser na área do Centro Esportivo do Socorro?

A Prefeitura de Mogi das Cruzes listou e ofereceu ao Sesc cinco áreas municipais, que poderiam ser cedidas para esta finalidade. A direção do Sesc escolheu a área do Centro Esportivo do Socorro por ela ter as dimensões adequadas e também em virtude da localização estratégica, tendo em vista a facilidade de acesso das pessoas à unidade, em especial os usuários do transporte público coletivo.

A área não será doada à instituição, mas, sim, cedida por tempo determinado e, ao final do período, toda a infraestrutura e investimento feitos pelo SESC, passarão a ser do município.

  1. Moradores de outras regiões poderão utilizar o Sesc?

O Sesc vai atender moradores de toda a cidade e também da região.

  1. E o que vai acontecer com as atividades gratuitas oferecidas já oferecidas no Centro Esportivo do Socorro?

Por ter ampla programação, o Sesc vai naturalmente absorver e oferecer muitas das atividades já existentes no Centro Esportivo do Socorro. Já aquelas que não puderem ser mantidas serão transferidas para outros locais da cidade. Nada será suspenso.

  1. Quando começa a construção do Sesc?

A construção de uma unidade fixa do Sesc em Mogi das Cruzes ainda não tem um prazo definido para início. Neste momento, a Prefeitura de Mogi, juntamente à Câmara e ao Sesc, estão trabalhando para ceder a área oficialmente ao Sesc, o que será realizado por meio de um termo de concessão de direito real de uso. Depois que a área estiver oficialmente cedida, o Sesc pode iniciar os investimentos.

  1. Quanto vai custar o Sesc em Mogi das Cruzes?

O Sesc em Mogi das Cruzes terá um investimento aproximado de R$ 120 milhões na construção, mais R$ 60 milhões aplicados por ano em programação cultural, esportiva, social e turística. Os recursos partem inteiramente do Sesc. Não há emprego de verba pública no projeto.

  1. Vai ter unidade provisória primeiro?

Uma das possibilidades, tendo em vista que a construção de um prédio é um projeto de médio a longo prazo, é que o Sesc traga para a cidade a princípio uma unidade provisória, para depois iniciar a construção de uma unidade fixa. A unidade provisória poderia ser instalada em um prazo médio de um ano, após a cessão da área ao Sesc.

  1. Como será o prédio do Sesc Mogi?

Sempre que uma nova unidade Sesc é confirmada, é feito um concurso para a inscrição de projetos arquitetônicos. O modelo do prédio a ser erguido em Mogi, logo, dependerá do projeto arquitetônico selecionado mediante concurso.

  1. Os artistas locais vão poder se apresentar no Sesc Mogi?

A Prefeitura de Mogi das Cruzes está alinhando uma conversa com o Sesc, para que a unidade abra espaço para os artistas regionais. Para entrar na programação do Sesc, contudo, todo e qualquer artista precisa passar pelos critérios de seleção da programação Sesc São Paulo.

  1. Haverá atividades de capacitação profissional e inserção no mercado de trabalho?

Sim, o Sesc desenvolve atividades que visam a geração de emprego e renda, como cursos e oficinas. Essas atividades são sempre gratuitas e o Sesc se responsabiliza também pelo material a ser utilizado durante as aulas.

  1. Como faço para trabalhar no Sesc?

O Sesc abre um processo seletivo e os interessados precisam se inscrever neste processo, que vai definir o quadro de funcionários da unidade. As estimativas apontam que um Sesc em Mogi das Cruzes geraria aproximadamente 300 empregos diretos e 200 indiretos.

  1. Quais ações sociais o Sesc desenvolve?

Além da matrícula de interesse social, o Sesc desenvolve vários projetos sociais, como Programa Curumim, Programa Juventudes e também o Mesa Brasil, por meio do qual faz o reaproveitamento de alimentos ainda próprios para consumo e doa esses alimentos para mais de 40 entidades.

Essa notícia foi atualizada em 8 de outubro de 2021 15:43

Compartilhar
Tudo sobre: Sesc Mogi

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais