Categorias
MOGI DAS CRUZES

Prefeitura de Mogi busca alternativas para possível encerramento do pronto-socorro da Santa Casa



Após ficar sabendo que a Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes não pretende renovar o convênio para atendimento do pronto-socorro, a Prefeitura Municipal afirmou que vem buscando alternativas com o intuito de não deixar a população sem o serviço a partir do fim de agosto, quando termina o contrato com a entidade.



“Frente à manifestação da diretoria da Santa Casa, a Secretaria Municipal de Saúde busca alternativas para que a população não fique desassistida pelo serviço do Pronto-Socorro Municipal. A pasta está trabalhando para garantir o atendimento na unidade da Santa Casa até que uma nova solução seja colocada em prática”, diz nota divulgada pela Prefeitura.

Em entrevista à jornalista Marilei Schiavi, da Rádio Metropolitana, na segunda-feira (4), o prefeito Caio Cunha afirmou que, caso o convênio não seja de fato renovado, a administração municipal estuda abrir o pronto-socorro no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes ou até na nova Maternidade Municipal, ambos em Braz Cubas.



“A equipe de saúde está estudando diversas possibilidades. O Hospital Municipal não é utilizado em toda a sua capacidade. Ele tem três entradas diferentes. Uma delas pode ser o pronto-socorro e alguns atendimento a gente pode até fazer na Maternidade, ocupando o espaço da maternidade que está desocupado, tem só o Pró-Mulher ali”, afirmou o prefeito, acrescentando, ainda, que não está descartada a possibilidade de intervenção para que a Santa Casa continue prestando o serviço. “Não é uma coisa que a gente quer, é uma coisa muito drástica , mas existe este dispositivo”, disse Caio Cunha.



O pronto-socorro da Santa Casa de Mogi das Cruzes realiza, em média, 8.251 atendimentos por mês. Este total equivale a 13,55% de todo o sistema municipal de pronto atendimento – as sete unidades municipais de pronto atendimento realizam juntas cerca de 60.875 atendimentos por mês.

No final do ano passado, a Santa Casa e a administração municipal já haviam apresentado divergências com relação à renovação do contrato, que acabou sendo firmado em R$ 2,2 milhões por mês, com validade de oito meses. O convênio, portanto, chega ao fim em 28 de agosto.

Reunião na Câmara

Uma reunião entre a diretoria da Santa Casa e a Câmara de Mogi das Cruzes está marcada para as 10h desta terça-feira (5). Solicitada pelos vereadores da comissão de saúde, a reunião tem como objetivo discutir a possibilidade de renovação do convênio do PS. A Prefeitura Municipal, que também era aguardada para o encontro, enviou um ofício à Casa afirmando que não vai comparecer enquanto as tratativas com a Santa Casa ainda estiverem em andamento.

Assista a reunião abaixo:

Entre em nosso Grupo no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região

Siga nosso Canal no WhatsApp e receba todas as notícias da cidade no seu celular!

Compartilhe essa notícia: