Posto de saúde - Quatinga

Prefeitura de Mogi abre vagas para agente comunitário de saúde no Quatinga

EMPREGOS
A Prefeitura de Mogi das Cruzes anunciou que selecionará candidatos para vagas de emprego abertas para agente comunitário de saúde no distrito de Quatinga.

Os agentes comunitários são responsáveis pelo cadastramento das famílias residentes na área de abrangência e pela busca ativa de pacientes que precisam de consulta, exame ou acompanhamento médico.

Os pré-requisitos para a seleção são: morar há pelo menos um ano na área de abrangência da unidade, possuir ensino fundamental completo, ser maior de 18 anos e ter conhecimento básico de informática. A remuneração e carga horária não foram divulgadas pela administração municipal.

O processo seletivo será realizado pelo Cejam (Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim), organização social responsável pelo gerenciamento da unidade a partir da implantação do novo serviço, previsto para março.

Como se inscrever

Interessados poderão se inscrever nesta terça-feira (18), das 9 às 15 horas, na Unidade de Saúde, que fica na rua Antônio Rosendo de Lima, nº 353. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30.

Para se inscrever, é preciso levar o documento de identidade e uma declaração de próprio punho informando que mora na área de abrangência da unidade.

Posto de saúde de Quatinga

No início do mês, o vice-prefeito Juliano Abe e a secretária municipal de Saúde, Rosângela Cunha, participaram de uma reunião com moradores do Distrito de Quatinga para explicar sobre mudanças no atendimento de saúde. Isto porque, a partir do dia 2 de março, o Posto de Saúde passará a abrigar uma equipe completa da Estratégia Saúde da Família (ESF) e funcionará como unidade mista, mantendo também os atendimentos já existentes de pediatria e ginecologia.

De acordo com a Prefeitura, a mudança permitirá um acréscimo de 460 consultas de clínica médica por mês, número que será somado aos atendimentos já realizados pela unidade.

Cada equipe de ESF é composta por um médico da família, uma enfermeira, um técnico de enfermagem, um dentista, um auxiliar de saúde bucal e seis agentes comunitários de saúde.

A mudança atende à portaria do Ministério da Saúde, que altera o sistema de financiamento para a Atenção Básica. Antigamente o município recebia os repasses com base no número de habitantes, mas o novo modelo prevê que esse cálculo seja feito de acordo com o número de pacientes cadastrados pelas unidades de saúde.

A administração municipal informou que, ao longo de 2020, Mogi das Cruzes irá ampliar em 33% o número de equipes de ESF e Agentes Comunitários na cidade, passando de 15 para 20. Uma das principais vantagens será o incentivo aos cuidados preventivos de saúde.

+ Confira mais vagas de emprego em Mogi das Cruzes

Entre em nossos Grupos de WhatsApp e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *