ALTO TIETÊ

Prefeito e vice-prefeito de Itaquaquecetuba trocam farpas nas redes sociais

O prefeito de Itaquaquecetuba, Eduardo Boigues (PP), e o vice-prefeito, Vando Estouro (PODE), vêm se desentendendo. Nesta segunda-feira (10), ambos utilizaram as redes sociais para tecer comentários negativos a respeito um do outro.

Primeiro a se manifestar, Vando Estouro publicou um vídeo afirmando que a gestão do prefeito Boigues conta com muito marketing e pouco trabalho. “Na mídia do dr. Eduardo, Itaquaquecetuba virou um paraíso e, na verdade, se você andar nas nossas comunidades, se você é morador do município de Itaquá, você vê que a realidade não é essa”, disse ele, que reclamou ainda dos recursos gastos com a iluminação decorativa de Natal e da aplicação de multas a comerciantes da cidade.

“Eu não estou de acordo com o que está acontecendo. Eu sou morador de Itaquá, eu vivo em Itaquá, e eu sei como é a cidade aqui. Não pode ser assim. Quantas vezes eu já avisei para o Eduardo que não é assim. Você tem que fazer desse jeito, desse jeito não. E aqui está sendo a ferro e fogo”, afirmou o vice-prefeito. “O povo tem que abrir o olho. É muita mídia e pouca solução”.

Algumas horas depois da publicação do vídeo, o prefeito Eduardo Boigues realizou uma transmissão ao vivo para fazer uma balanço de seu primeiro ano de gestão e aproveitou para falar sobre as declarações do colega de chapa.

“Onde essa pessoa estava esse ano todo? Vou procurar a sala dele aqui na Prefeitura. Se você souber aí onde ele atende, qual a mesa, a cadeira que ele usa ou a sala onde ele ocupa aqui; se um dia, assinou um processo, planejou alguma obra ou serviço, executou, trouxe qualidade de vida para as pessoas, eu fico quieto e dou a mão à palmatória. Eu realmente vou falar que a pessoa tem razão”, afirmou Boigues.

Ainda de acordo ele, o motivo de Vando Estouro ter se voltado contra sua gestão foi o fato de Boigues ter se recusado a liberar a realização de um baile funk (‘pancadão’) que seria organizado pelo vice-prefeito e foi proibido judicialmente pela Vara da Infância e Juventude. “Menores não poderiam estar frequentando aquele ambiente, não só pela condição de menoridade, mas principalmente porque não tinha AVCB, não tinha alvará e nem segurança necessária”, disse o prefeito.

A chapa Eduardo Boigues e Vando Estouro foi eleita no primeiro turno das Eleições 2020 com 94.604 votos (62,10%).

Essa notícia foi atualizada em 11 de janeiro de 2022 10:03

Compartilhar
Tudo sobre: Itaquaquecetuba
Redação

E-mail: contato@noticiasdemogi.com.br