Categorias
ALTO TIETÊ

Moradores do Alto Tietê podem pedir a troca gratuita das antenas parabólicas



O Governo de SP iniciou uma mobilização entre gestores municipais de todo o Estado para acelerar a troca das antenas parabólicas tradicionais pelas digitais. A previsão é que o sinal das parabólicas comuns seja desativado em dezembro de 2024.



Apesar da previsão de descontinuidade, a tecnologia ainda é comum no interior, especialmente em áreas rurais, porém a frequência utilizada por esses equipamentos pode sofrer interferência do sinal da internet 5G.



A conscientização dos gestores integra o programa TecnoCidades, da InvestSP, agência de promoção de investimentos vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), que tem realizado uma série de ações para acelerar a chegada do 5G. A tecnologia oferece uma navegação até 100 vezes mais rápida e já está disponível em 141 cidades paulistas.



A InvestSP vai incentivar e apoiar prefeituras na realização de campanhas em espaços públicos para informar o cidadão sobre a necessidade da troca das antenas parabólicas tradicionais, que pode ser feita gratuitamente nas 320 cidades paulistas onde a ativação do 5G já foi liberada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). No Alto Tietê, a troca está disponível nos dez municípios da região: Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano.



Para ter acesso à antena digital sem custos, a pessoa ou família precisa ser beneficiária de algum programa social do governo federal e registrada no Cadastro Único (CadÚnico); e possuir uma parabólica convencional com sinal ativo.

Os novos equipamentos são oferecidos pela Siga Antenado, organização sem fins lucrativos criada – por determinação da Anatel – pelas operadoras que ganharam a concessão do 5G, para acelerar o processo de troca das parabólicas. As regras para ter acesso ao equipamento e o passo a passo para fazer o pedido podem ser consultados no site do Siga Antenado.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região? Siga-nos no Instagram e Google News e entre em nossos grupos no Telegram e WhatsApp.

Por Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP