Mogi das Cruzes tem 98% de ocupação em UTIs e 88% em leitos de enfermaria

Após quase um mês com todos os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com Covid-19 ocupados, a cidade de Mogi das Cruzes apresentou nesta quarta-feira (7) uma leve queda na taxa de ocupação hospitalar, segundo os dados disponibilizados pela Prefeitura Municipal.

A ocupação de leitos de UTI que, além de ter ficado por diversos dias em 100%, ainda estava precisando contar com o apoio de leitos reservas, baixou para 98,1%, o que significa que, dos 155 leitos de Unidade de Terapia Intensiva existentes, três deles estão disponíveis.

Com relação aos leitos de enfermaria, a ocupação caiu para 88,8%. Isto por que, dos 233 leitos existentes, 26 estão disponíveis, sendo 15 na rede pública e 11 na rede privada. Confira os gráficos abaixo.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

No último final de semana, mais 20 leitos de enfermaria para pacientes com Covid-19 foram ativados no Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti, em Mogi das Cruzes. De acordo com o Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê), outros 40 leitos – 30 de UTI e 10 de enfermaria – entrarão em operação no hospital ainda em abril.

Apesar da ligeira queda no número de internações, na última semana, a cidade de Mogi das Cruzes bateu novos recordes no número de mortes e casos confirmados de coronavírus. Segundo os dados da administração municipal, entre 29 de março e 4 de abril, foram contabilizados 1.467 casos e 75 óbitos.

Essa notícia foi atualizada em 7 de abril de 2021 20:53

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais