MOGI DAS CRUZES

Mogi das Cruzes e Guararema atualizam mapeamento de áreas protegidas

Mogi das Cruzes e Guararema realizaram uma atualização no mapeamento das áreas protegidas com base na legislação municipal vigente em 2021. Representantes dos dois munícipios se reuniram na terça-feira (14), de forma remota, e apresentaram a atualização desse mapeamento. Técnicos da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente participaram do encontro.

A medida é uma decorrência do 1º Panorama das Áreas Protegidas do Alto Tietê, que foi realizado pelo Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) em 2020. Foram mapeadas 60 áreas protegidas, que somam 187,7 mil hectares e permeiam as cidades de Arujá, Biritiba Mirim, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Branca, Santa Isabel e Suzano

Entre essas áreas mapeadas, 51 estão condicionadas a legislações municipais (três em Arujá, oito em Guararema, cinco em Guarulhos, 33 em Mogi das Cruzes e duas em Suzano). Sob a tutela estadual estão outras oito, que cortam 10 cidades (Arujá, Biritiba, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano) e uma última é regida por legislação federal e abrange quatro municípios (Arujá, Guarulhos, Santa Isabel e Santa Branca).

De acordo com a Prefeitura de Mogi, trabalhos como esse são fundamentais no diagnóstico de tomada de decisões na defesa, debate e atuação na área ambiental. Nas áreas protegidas estão parques, florestas, corredores ecológicos, estações ecológicas e as Áreas de Proteção Ambiental (APAs) dos Rios Tietê e Paraíba do Sul. O levantamento mostrou que os municípios de Biritiba Mirim, Salesópolis, Santa Isabel e Mogi das Cruzes possuem as maiores extensões territoriais sob proteção.

Essa notícia foi atualizada em 8 de outubro de 2021 15:49

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais