Governo de SP investirá R$ 395 mil em ciclorrotas de Mogi das Cruzes

CULTURA
Após ter um novo projeto aprovado pelo programa Município de Interesse Turístico (MIT), Mogi das Cruzes receberá R$ 395.930,91 do Governo do Estado de São Paulo para melhorias nas ciclorrotas existentes na cidade.

De acordo com a Prefeitura de Mogi, o projeto prevê a implantação de placas de sinalização e também de lixeiras de alvenaria nas ciclorrotas do município. O objetivo, segundo a administração municipal, é melhorar a visualização e a própria divulgação dessas rotas, além de solucionar os problemas com descarte irregular de lixo em estradas vicinais utilizadas por ciclistas. A sinalização visa ainda beneficiar pedestres, moradores do entorno e propriedades rurais que atendem turistas.

Também está prevista no projeto a construção de uma pista de pump track, em local ainda a ser definido. Pump track é um circuito de roletes, curvas inclinadas e recursos projetados para serem montados completamente por pilotos que “bombeiam” – gerando impulso por movimentos do corpo para cima e para baixo, em vez de pedalar ou empurrar.

O projeto contempla, ainda, a criação do Caminho dos Vales, uma interligação mapeada e 100% sinalizada entre o Caminho do Sal e a Rota da Luz. Assim, será possível sair de São Bernardo do Campo e seguir até Aparecida do Norte por trilhas e estradas vicinais. “Além de audacioso, o projeto visa levar desenvolvimento econômico para propriedades nessas localidades e divulgará ainda mais as belezas naturais do município”, disse o secretário municipal de Cultura e Turismo, Mateus Sartori.

O secretário lembra ainda que o projeto foi desenvolvido a partir do Fórum Setorial de Cicloturismo, que foi realizado em agosto do ano passado no Centro Cultural de Mogi das Cruzes, com a presença do coletivo MTB Mogi, que reúne membros de mais de 20 grupos de ciclistas da cidade e o prefeito Marcus Melo. O encontro se deu no âmbito do programa Diálogo Aberto.

“Desde então montou-se uma comissão de apoio, que nos ajudou e nos orientou na elaboração do projeto, que posteriormente foi aprovado no Conselho Municipal de Turismo”, explica Sartori.

Cicloturismo em Mogi

De acordo com a Prefeitura, Mogi das Cruzes recebe, em média, 45 mil visitantes por mês, considerando sábados, domingos e feriados. Pelo fato de ter mais de 60% de seu território em áreas de preservação ambiental, a cidade conta com mais de 250 quilômetros de trilhas e ciclorrotas, muitas delas utilizadas pelos visitantes amantes do ecoturismo e turismo de aventura, bem como a população em geral. Muitas dessas trilhas são utilizadas por profissionais do esporte para treinamentos e preparo para a participação de campeonatos.

A cidade é parte do circuito de inúmeros campeonatos do segmento, entre eles o campeonato paulista de DownHill, o KMTB Kailash, provas urbanas e passeios ciclísticos realizados pela Prefeitura de Mogi das Cruzes. 

Entre em nossos Grupos de WhatsApp e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *