Governo isola Alto Tietê da Grande SP no plano de retomada e pode flexibilizar quarentena

PUBLICIDADE

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta sexta-feira (29), no Palácio dos Bandeirantes, o Governo de São Paulo anunciou uma reformulação no Plano São Paulo, que define flexibilizações da quarentena levando em consideração a atual situação do enfrentamento do coronavírus em cada região. De acordo com o governador João Doria, a Grande São Paulo, que até então vinha sendo classificada de forma homogênea no plano de retomada, foi dividida em cinco regiões, que poderão receber diferentes classificações no que se refere ao afrouxamento do isolamento social.

Na última quinta (28), quando divulgou detalhes sobre a retomada das atividades econômicas, o governo estadual havia afirmado que a Grande São Paulo permaneceria, como um todo, na fase 1 (vermelha) da quarentena, ou seja, com permissão para funcionamento apenas da indústria e dos serviços essenciais, como já vinha sendo realizado.

Após pressões dos prefeitos, principalmente do Alto Tietê e do ABC Paulista, o governo estadual decidiu separar a Grande São Paulo em cinco diferentes sub-regiões:

PUBLICIDADE
  • Norte: Caieiras, Cajamar, Francisco Morato, Franco da Rocha, Mairiporã;
  • Leste: Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel, Suzano
  • Sudeste: Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul;
  • Sudoeste: Cotia, Embu, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista;
  • Oeste: Barueri, Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba

“Por abrigar mais de 22 milhões de habitantes e contar com uma organização de saúde com distribuição de leitos e internação hospitalar própria, considerando a complexidade do seu tamanho, a disposição e a capacidade de prefeitas e prefeitos da região metropolitana, nós agora teremos cinco regiões de saúde”, afirmou Doria, acrescentando em seguida: “Com essa divisão, será possível ter uma análise ainda mais precisa de critérios técnicos de saúde, classificação de fases de retomada consciente da economia e a definição apropriada para a região metropolitana”.

Conforme o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, prometeu a prefeitos do Alto Tietê na última quinta (28), as novas classificações das sub-regiões da Grande São Paulo no plano de retomada serão divulgadas na próxima semana, sendo que as novas flexibilizações entrarão em vigor na quinta-feira (4).

PUBLICIDADE

Caso passe para a fase 2 (laranja), os municípios do Alto Tietê poderão permitir a abertura, com restrições, de atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, shoppings centers e o comércio em geral, além da indústria e construção civil, que já estavam liberados.

Assista a transmissão realizada pelo Governo de SP nesta sexta:

Confira as últimas notícias sobre a quarentena em Mogi das Cruzes e Região

Deixe um comentário

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais