Entenda como funcionará a flexibilização da quarentena no Estado de SP

ALTO TIETÊ URGENTE

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (27), no Palácio dos Bandeirantes, o governador de São Paulo, João Doria, anunciou uma nova prorrogação da quarentena no Estado, até 15 de junho, no entanto, deu detalhes também sobre flexibilizações de isolamento que serão adotadas a partir de segunda-feira (1) em regiões onde a situação com relação ao avanço do coronavírus estiver mais controlada.

Segundo Doria, a determinação de afrouxamento das regras da quarentena, denominada por ele como “Retomada Consciente”, levará em consideração, por exemplo, o índice de aumento nos casos confirmados de coronavírus e mortes decorrentes da doença, além da atual ocupação dos leitos em cada região.

A partir da análise dos dados, as regiões serão enquadradas em diferentes fases de flexibilização, que vão desde o funcionamento apenas dos serviços essenciais até a liberação de todos os setores.

  • Fase 1, vermelha: alerta máximo, funcionamento permitido somente aos serviços essenciais;
  • Fase 2, laranja: controle, possibilidade de aberturas com restrições;
  • Fase 3, amarela: abertura de um número maior de setores;
  • Fase 4, verde: abertura de um número maior de setores em relação à fase 3;
  • Fase 5, azul: “Normal controlado” – todos os setores em funcionamento, mas mantendo medidas de distanciamento e higiene

De acordo com o governo estadual, entretanto, nenhuma região do Estado está em condições, atualmente, de ter todos os serviços liberados para funcionar. As cidades em situação mais controlada no momento passarão, no máximo, à fase 3 (confira abaixo).

O que poderá abrir

Confira abaixo o que poderá abrir em cada uma das fases de flexibilização anunciadas pelo governo:

Fase 1

  • Construção Civil
  • Indústria

Fase 2

  • Construção Civil
  • Indústria
  • Atividades imobiliárias (aberto com restrições)
  • Concessionárias (aberto com restrições)
  • Escritórios (aberto com restrições)
  • Shopping Center (aberto com restrições)
  • Comércio (aberto com restrições)

Fase 3

  • Construção Civil
  • Indústria
  • Atividades imobiliárias
  • Concessionárias
  • Escritórios
  • Shopping Center (aberto com restrições)
  • Salão de beleza (aberto com restrições)
  • Bares, restaurantes e similares (aberto com restrições)
  • Comércio (aberto com restrições)

Fase 4

  • Construção Civil
  • Indústria
  • Atividades imobiliárias (aberto com restrições)
  • Construção Civil
  • Indústria não essencial
  • Atividades imobiliárias (aberto com restrições)
  • Concessionárias (aberto com restrições)
  • Escritórios (aberto com restrições)
  • Shopping Center (aberto com restrições)
  • Salão de beleza (aberto com restrições)
  • Bares, restaurantes e similares (aberto com restrições)
  • Comércio (aberto com restrições)
  • Academias (aberto com restrições)

Fase 5

  • Espaços públicos
  • Teatros e Cinemas
  • Eventos que promovam aglomerações, incluindo os esportivos
  • Construção Civil
  • Indústria
  • Atividades imobiliárias
  • Concessionárias
  • Escritórios
  • Shopping Center
  • Salão de beleza
  • Bares, restaurantes e similares
  • Comércio
  • Academias
Foto: Divulgação / Governo de SP

Quais regiões podem flexibilizar as medidas

Confira abaixo quais são as regiões que poderão ter a quarentena flexibilizada a partir da próxima segunda-feira (1):

  • Fase 1: Grande São Paulo, Baixada Santista e Registro
  • Fase 2: São Paulo (capital), Araçatuba, Campinas, Marília, Franca, São José do Rio Preto, Sorocaba, São João da Boa Vista, Ribeirão Preto e Piracicaba
  • Fase 3: Araraquara/São Carlos, Barretos, Bauru e Presidente Prudente
Foto: Divulgação / Governo de SP

A região do Alto Tietê, que inclui Mogi das Cruzes, Suzano, Itaquaquecetuba, entre outras cidades, está enquadrada na Grande São Paulo e, portanto, segue na fase de alerta vermelho, com permissão para abertura apenas da construção civil e serviços essenciais.

Confira as últimas notícias sobre a quarentena em Mogi das Cruzes e Região

Entre em nossos Grupos de WhatsApp ou em nosso Canal no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região