Feirão Serasa Limpa Nome tem descontos de até 90% e parcelas a partir de R$ 9,90

Um levantamento feito pelo Serasa aponta que, em média, 62,5 milhões de brasileiros estão com alguma dívida em atraso. O estudo aponta que, no intervalo de um mês, esse número cresceu em mais de 1 milhão de pessoas. 

A região sudeste lidera a lista com o maior número de pessoas endividadas. Entre as principais dívidas estão as contas básicas como água, energia e luz, cartão de crédito e compras em lojas de varejo.

Com o objetivo de auxiliar este público a retirar as restrições do CPF, o Serasa iniciou em abril uma nova edição do feirão Serasa Limpa Nome, onde é possível negociar dívidas com até 90% de desconto sobre o valor total e parcelas a partir de R$ 9,90. A ação reúne mais de 50 empresas de vários segmentos.

Para consultar as dívidas no Serasa, os interessados devem acessar o site serasa.com.br, digitar o número do CPF na tela inicial, clicar em “Consultar Agora” e preencher o cadastro, caso seja o primeiro acesso. Serão solicitadas informações como CPF, nome completo, data de nascimento, e-mail e uma senha para cadastro. Na sequência haverá uma verificação realizada através de um código enviado para o e-mail cadastrado ou um SMS enviado para um número de celular. Após o recebimento do código, é necessário inserir o código recebido no cadastro e finalizar a verificação.

Com o cadastro concluído, é possível acessar no site ou aplicativo do Serasa, a opção Serasa Limpa Nome. Ao acessar a plataforma todas as dívidas estarão disponíveis na tela e clicando em cada uma delas será possível ver as opões de negociação. A partir disso, o interessado em quitar os débitos, pode selecionar a dívida, clicar na opção de deseja de pagamento, escolher pagamento à vista ou parcelado e selecionar a melhor data para pagamento.

Também é possível participar da campanha pelo telefone (0800 591 1222), pelo WhatsApp (11 99575-2096) e até pessoalmente, nas agências dos Correios, no entanto, é indicado utilizar os canais digitais devido à pandemia de Covid-19.

Essa notícia foi atualizada em 3 de maio de 2021 10:34

Compartilhar
Tudo sobre: FinançasSerasa

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais