Eventos no Parque da Cidade são alvos de reclamações de moradores da região

CIDADE PRIORIDADE

Neste fim de semana, será realizado no Parque da Cidade mais uma edição do Food Truck Solidário, evento realizado pelo Fundo Social de Mogi das Cruzes que reunirá food trucks – espaço móvel que transporta e vende comidas – com as mais variadas opções de pratos e lanches. Para alguns, oportunidade ideal para comer coisas gostosas; para outros, sinônimo de transtorno e barulho.

Moradores da região – Chácara Jafet, Parque Santana e Alto do Ipiranga – procuraram o Notícias de Mogi se queixando de problemas gerados pela realização de “eventos de grande porte” no Parque da Cidade. Segundo eles, o fato de o parque ter pouco espaço e estar situado em um bairro densamente povoado, torna inviável qualquer evento que atraia muitas pessoas ao local.

Maria de Salete Abib de Moraes Boucault faz parte da AMAPARQUE (Associação de Amigos e Moradores do Parque do Cidade) e contou à reportagem que, toda vez que tem um evento no parque, a Prefeitura de Mogi interdita o estacionamento por 10 dias, fazendo com que os visitantes tenham que parar nas ruas da região. “A Jardelina, que já tem trânsito intenso, fica ainda mais congestionada. É a única rua de acesso para os bairros”, afirma ela.

Além de transtornos no trânsito, Salete disse que eventos como o Food Truck Solidário geram muito barulho e importunação aos moradores dos bairros. “A Rua João Augusto de Morais fica ao lado do parque. Moram ali mais de 200 pessoas. O barulho é muito grande. Ligam a caixa de som muito alto”, reclama ela, dizendo, ainda, que já levaram o problema à Prefeitura por diversas vezes, mas nunca tiveram suas solicitações atendidas.

“Já nos reunimos com o Marcus Melo [prefeito], com o Romildo Campello [secretário municipal do verde e meio ambiente], com o Nilo [secretário municipal de esporte e lazer]. Fizemos mais de 10 ofícios pedindo para não fazer evento no parque, para respeitarem nosso sossego. Já entramos no Ministério Público, que disse que a Prefeitura tem poder discricionário para decidir sobre fazer o evento. E agora a resposta da Prefeitura quando entramos com ofícios é que o MP disse que eles tem o poder discricionário”, diz Salete, completando em seguida: “Outra resposta é que é evento solidário. Parece que por ser solidário pode tudo e os moradores têm que aguentar”.

A solução, segundo a moradora, seria realizar o evento nos Parques Centenário ou Leon Feffer. “São parques muito maiores, com estacionamento amplo, avenidas com quatro pistas, sem vizinhos confrontantes. Mas não dão resposta do porquê não fazem nestes parques”, afirmou ela.

O Notícias de Mogi também tentou contato com o Fundo Social de Mogi das Cruzes, que organiza o Food Truck Solidário, para saber qual é a posição deles a respeito dos problemas levantados pelo moradores e para confirmar se o evento será mesmo realizado no Parque da Cidade. No entanto, até a publicação desta matéria, não obtivemos resposta.

Vote no Notícias de Mogi para o prêmio de Melhor Portal de Notícias do Alto Tietê


3 comentários em “Eventos no Parque da Cidade são alvos de reclamações de moradores da região

  1. A respeito dos eventos que são realizados no parque da cidade, eu concordo com os moradores, apesar de eu não morar perto do parque, pelo que foi mostrado e relatado, esse parque não comporta eventos desse tamanho.
    Sendo assim, o melhor local seria mesmo no parque centenário ou Max Feffer, que são mais amplos, até mesmo em questão do estacionamento e área verde, que é mais agradável do que o parque da cidade.
    E o principal, não tem vizinhos por perto, assim a movimentação e barulho não seriam um problema.

  2. Eu entendo que o Parque da cidade foi construído num lugar bem estratégico. Onde proporciona um ambiente agradável. Sempre que fui com meus familiares e amigos nunca presenciei nenhum tipo de bagunça ou algo do tipo. Achei um dos poucos lugares onde a gente possa divertir com tranquilidade, dentro das diversidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *