Covid-19: Câmara de Mogi quer que vacina seja aplicada somente no SUS

Os vereadores da Câmara Municipal de Mogi das Cruzes aprovaram, na sessão ordinária desta quarta-feira (2), a Moção 45/2020, de autoria do vereador e médico Otto Rezende (PSD), que faz um apelo ao presidente Jair Bolsonaro para que proíba a comercialização – via varejo – das vacinas contra o novo coronavírus (Covid-19) por pelo menos seis meses.

Durante a sessão, Rezende explicou que a medida visa a garantir uma imunização mais igualitária para à população de todo o país, uma vez que, segundo ele, a comercialização poderá comprometer a quantidade de doses disponível. “Existe uma grande preocupação de que essa vacina possa ser comercializada por algumas empresas e suba muito o valor. Fiz essa Moção para que o governo tenha essa preocupação”, disse o vereador.

A pandemia causada pela proliferação do novo coronavírus já atingiu 25.816.820 pessoas no mundo, causando 858.381 óbitos. No Brasil já foram contabilizados 3.961.502 de casos de Covid-19, com um total de 122.941 mortes. Já em Mogi das Cruzes foram contabilizados, até o momento, 7.132 casos confirmados e 326 mortes.

Confira as últimas notícias sobre o coronavírus em Mogi das Cruzes e Região


Gostou do conteúdo? Ele é e sempre será 100% aberto e gratuito, no entanto, se considerá-lo importante e necessário, você pode apoiar nosso trabalho fazendo uma doação

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais