Sesc Mogi das Cruzes

Início da construção do Sesc em Mogi das Cruzes depende de decisão judicial

CIDADE
Não é de hoje que os mogianos pleiteiam a inauguração de um Sesc (Serviço Social do Comércio) na cidade. Esta é uma demanda que já se arrasta por anos e que, quando finalmente parecia estar próxima de ser atendida, voltou a parecer um sonho distante para quem vive em Mogi das Cruzes.

A área onde será construída a unidade do Sesc Mogi já foi até concedida pela Prefeitura. É onde atualmente funciona o Centro Esportivo do Socorro (foto). A concessão, entretanto, precisa ser oficializada e o processo está parado desde setembro de 2018, quando foi suspenso pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP).

A previsão da Prefeitura era de que, em setembro deste ano, o prédio já fosse inaugurado, prazo que obviamente não será cumprido, uma vez que as obras ainda nem começaram, pois dependem de uma posição favorável do novo desembargador responsável pelo processo – o anterior se aposentou.

O Sesc em Mogi das Cruzes terá um investimento aproximado de R$ 120 milhões na construção, mais R$ 60 milhões aplicados por ano em programação cultural, esportiva, social e turística. Recursos, esses, que partem inteiramente do Sesc, não havendo emprego de verba pública no projeto.

Estudos da Prefeitura apontam que a unidade de Mogi das Cruzes atenderia até 30 mil pessoas por mês. Para efeito comparativo, hoje são recebidas no Centro Esportivo do Socorro aproximadamente mil pessoas por mês.

Com quase 3 mil membros, uma página no Facebook intitulada “Sesc Mogi das Cruzes. Nós queremos!” tenta chamar a atenção do desembargador para o caso através das publicações que evidenciam a importância da abertura de um nova unidade em Mogi das Cruzes, considerando as ações que a instituição realiza nos campos da Educação, Saúde, Cultura, Lazer e Assistência Social. A página foi criada em junho de 2013.

O Sesc é uma entidade privada, mantida por empresários do comércio de bens, turismo e serviços, que tem como objetivo proporcionar o bem-estar e qualidade de vida aos trabalhadores deste setor, seus familiares e a comunidade de uma forma geral. A entrada é gratuita.

Em regra, um Sesc possui área de convivência, biblioteca com livros, revistas e jornais, campo de futebol soçaite em grama sintética e quadra poliesportiva, restaurante e café, consultórios odontológicos, espaço de tecnologia e artes, espaço de brincar, estacionamento, ginásio coberto poliesportivo, loja Sesc, sala de exposição, sala de expressão corporal e de ginástica multifuncional, sala de múltiplo uso, oficinas culturais, paraciclo, piscinas recreativa e infantil descobertas e climatizadas, mais piscina semiolímpica e infantil coberta e aquecida, deck e solário, terraço panorâmico e vestiários, além de uma extensa programação cultural que inclui teatro, cinema, dança, e todas os demais segmentos artísticos.

No total, o Sesc possui, atualmente, 43 unidades espalhadas por 21 cidades do Estado de SP, sendo 23 na região metropolitana e 20 no interior e litoral paulista.

Entre em nossos Grupos de WhatsApp e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *