Câmara de Suzano congela salários do prefeito, vice, secretários e vereadores

A Câmara de Suzano não aumentará o valor dos subsídios do prefeito, vice-prefeito, secretários e vereadores para o período de 2021 a 2024. A decisão foi tomada na sessão ordinária da última quarta-feira (1), com a aprovação do projeto de lei que dispõe sobre a fixação de subsídios do prefeito, vice-prefeito e secretários e do projeto de resolução que trata sobre os subsídios dos parlamentares. A Mesa Diretiva da Casa de Leis é a autora das duas proposituras.

Com a decisão, o próximo prefeito de Suzano, que será escolhido nas Eleições 2020, receberá R$ 22 mil. O vice-prefeito terá subsídio de R$ 11 mil e os secretários, de R$ 12.500. Da mesma forma, os vereadores da próxima legislatura receberão o valor mensal de R$ 12.500.

Tribuna

As visitas técnicas realizadas pela administração municipal desde o último sábado foram os principais assuntos debatidos na Tribuna da sessão de hoje. Entre elas, os parlamentares ressaltaram a que aconteceu na Unidade de Saúde da Família (USF) “Vereador Marsal Lopes Rosa”, na Vila Amorim. “Suzano está na contramão de outras cidades do Alto Tietê, não parou de trabalhar”, argumentou o vereador Leandro Alves de Faria (PL), o Leandrinho. “Quero deixar aqui os parabéns ao prefeito Rodrigo Ashiuchi (PL) pelos avanços da cidade”, falou o vereador Edirlei Junio Reis (PSDB), o professor Edirlei. “Eu vejo um futuro para Suzano”, disse o vereador Carlos José da Silva (PSDB), o Carlão da Limpeza.

Na mesma linha, o vereador Rogério Gomes do Nascimento (PSDB), o Rogério da Van, manteve os agradecimentos à administração municipal em relação as atividades recentes feitas na cidade. Ele ressaltou a entrega do “castrámóvel”, entregue na tarde de hoje.

O vereador José Alves Pinheiro Neto (PDT), o Netinho do Sindicato, iniciou sua fala elogiando o Executivo, mas fez questão de fazer duras críticas ao diretor que cuida da iluminação da cidade.

Já vereador Lisandro Frederico (Avante) parabenizou o presidente da Câmara de Suzano, Joaquim Rosa (PL), pela USF “Vereador Marsal Lopes Rosa”. “Quero parabenizar o senhor pela atuação que o senhor vem fazendo para essa obra sair do papel. O senhor nunca abandonou e não desistiu. É uma conquista do trabalho que o senhor fez”, disse. Sobre a frase que “Suzano é um canteiro de obras”, o vereador argumentou que isso está acontecendo porque é “ano eleitoral. Nem a pandemia impediria de dar continuidade ao projeto eleitoral”, analisou.

Os vereadores André Marcos de Abreu (PSC), o Pacola, e Marcos Antonio dos Santos (PTB), o Maizena Dunga Vans, criticaram o posicionamento de Lisandro. “Suzano hoje é exemplo para todos os municípios do Alto Tietê”, opinou Pacola. Maizena Dunga Vans elencou todas as obras entregues pelo atual prefeito desde o começo do seu mandato. “Isso não era época de campanha. Foi desde quando ele começou”, disse.

Foto: Vivian Turcato / Câmara de Suzano


Gostou do conteúdo? Ele é e sempre será 100% aberto e gratuito, no entanto, se considerá-lo importante e necessário, você pode apoiar nosso trabalho fazendo uma doação

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais