Professor Tuta

Câmara de Mogi homenageia Professor Tuta, que faleceu na última segunda (3)

CIDADE

Mogi das Cruzes amanheceu em luto na manhã de segunda-feira (3). O professor José Carlos Miller da Silveira, conhecido popularmente como Professor Tuta, ex-treinador de basquete de Mogi, faleceu em um hospital em São Paulo, onde vinha se tratando de um câncer no sangue há cerca de um ano. Pela perda do ícone do esporte mogiano, a Câmara Municipal aprovou Requerimento de Votos de Pesar para homenagear o professor.

Por quase três décadas, Professor Tuta respirou e viveu o basquete de Mogi. Como professor de Educação Física, passou pela Universidade de Mogi das Cruzes, onde lecionou por 23 anos e pelo Senai, onde trabalhou por 20 anos. Isso além da Escola Técnica Federal, onde foi professor por mais de 30 anos. Tuta também foi secretário municipal de Esportes da gestão do Padre Melo, na Prefeitura de Mogi das Cruzes

Nas horas vagas, Tuta continuava se dedicando ao esporte. Treinou equipes de basquete em Mogi e em São Paulo, levando a modalidade para os alunos do Instituto de Educação (Washington Luís), do Colégio Policursos, do Clube Pinheiros e do Tênis Clube Paulista.

Tuta nasceu em São Paulo, mas chegou aos 10 anos a Mogi das Cruzes. Em 1957, casou-se com Therezinha e, em 1962, iniciou carreira como técnico desportivo pela Secretaria Estadual de Esportes e Turismo.

Em sua carreira, somou importantes vitórias. Em 1970, como técnico, foi campeão brasileiro dos Jogos Estudantis do Ensino Médio, em Belém. Em 1973, com a Faculdade de Educação Física da UMC, iniciou sua trajetória como técnico de basquete e handebol, época em que foi campeão estadual paulista e eleito técnico da Seleção Paulista Universitária para a disputa do Campeonato Brasileiro em Vitória, no Espírito Santo, onde também se saiu vencedor.

Foi ainda técnico da Seleção Brasileira Universitária de Basquete e em 1975 foi considerado o melhor técnico paulista do ano. Também treinou os times dos Clube Pinheiros, de São Paulo, e do Tênis Clube Paulista.

Em 2017, a Casa aprovou o Título de Cidadão Mogiano ao Professor Tuta, de forma unânime. O saudoso professor, infelizmente, não chegou a receber a mais alta honraria da Casa.

Tuta deixa a esposa Therezinha, os filhos Roberto, Sônia, Maria Eleonor e netos.

Entre em nossos Grupos de WhatsApp e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi e Região


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *