BRASIL

Caixa Econômica Federal vai inaugurar 268 agências e abrir 10 mil vagas

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta terça-feira (20), a ampliação do plano de expansão do banco, que terá 268 novas unidades, sendo 168 de varejo e 100 especializadas no atendimento a clientes do agronegócio.

A abertura das novas agências vai gerar a criação de 10 mil vagas, sendo 4 mil empregados, 5,2 mil estagiários e adolescentes aprendizes e 800 recepcionistas e vigilantes. Saiba mais sobre as oportunidades no final da matéria.

O plano de expansão, batizado de “Caixa Mais Presente”, consiste em reforçar a rede de atendimento e negócios do banco e em identificar potenciais para realização de novos negócios. A ação vai levar atendimento bancário para 258 municípios, sendo que 118 deles terão uma unidade da Caixa pela primeira vez.

Com essa ação, a Caixa afirmou que estará presente em todos os municípios brasileiros com mais de 40 mil habitantes, bem como passará a prestar atendimento em microrregiões historicamente desassistidas do país. Ao mesmo tempo, a expansão da rede de atendimento vai auxiliar a Caixa na consolidação da estratégia de ampliar sua participação no agronegócio.

Distribuição das novas agências

  • Nordeste: 24 no Maranhão, 17 no Ceará, 11 em Pernambuco, 4 na Bahia, 8 na Paraíba, 2 no Piauí, 2 no Rio Grande do Norte, 1 em Sergipe e 1 em Alagoas.
  • Norte: 28 delas no Pará, 14 no Amazonas, 4 em Rondônia e 2 no Amapá.
  • Sudeste: 7 em Minas Gerais, 13 em São Paulo, 7 no Rio de Janeiro e 3 no Espírito Santo.
  • Centro-Oeste: 7 no Mato Grosso, 1 em Goiás e 5 no Mato Grosso do Sul.
  • Sul: 1 no Paraná, 2 em Santa Catarina e 1 no Rio Grande do Sul

Vagas na Caixa

Dos 4 mil empregados a serem contratados no plano de expansão de Caixa Econômica Federal, 3 mil devem ser convocados por um concurso público já realizado e com prazo de validade ainda vigente. As demais 1 mil vagas serão destinadas para pessoas com deficiência (PcD), que serão selecionadas por meio de um outro concurso.

As vagas para vigilante e recepcionista serão preenchidas por meio da contratação de empresas terceirizadas e especializadas nesses serviços.

A contratação de aprendizes, por sua vez, vai ocorrer por meio de parcerias com entidades sem fim lucrativos que serão selecionadas por chamada pública. Já as vagas de estágio serão preenchidas por candidatos aprovados em processos de seleção conduzidos pelos Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee).

Essa notícia foi atualizada em 20 de julho de 2021 18:03

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais