BRASIL

Bolsa do Povo SP: 25% dos cartões não chegaram por problemas de endereço

Dos mais de 216 mil cartões do Bolsa do Povo SP enviados até o momento pela Prodesp – empresa de Tecnologia do Governo de São Paulo, responsável pela operacionalização do programa – 54 mil, cerca de 25%, não chegaram aos destinatários por problemas no endereço cadastrado, informou o governo estadual.

Os cartões do programa começaram a ser enviados aos beneficiários no fim de agosto, por meio dos Correios. Através deles, o governo tem realizado pagamentos dos benefícios do Bolsa do Povo SP que preveem transferência de renda, como são os casos do Vale Gás e do Acolhe SP.

Para não correr o risco de ficar sem o cartão, todo cidadão que tem direito aos benefícios deve manter seu endereço completo atualizado, acessando o portal do Bolsa do Povo. Quem não tiver acesso à internet, pode procurar um Centro de Referência da Assistência Social (Cras) para atualização cadastral.

Vale ressaltar que para os endereços em áreas restritas de entrega, o cartão fica disponível na agência dos Correios mais próxima por 20 dias. Outra alternativa é indicar no cadastro outro endereço, que seja atendido pelos Correios.

Os beneficiários do Bolsa do Povo que receberam os cartões podem contar com a praticidade do desbloqueio no site oficial do programa, sem precisar entrar em contato com a central de atendimento, pelo telefone. Até o fim deste ano, cerca de 370 mil cartões serão destinados aos cidadãos atendidos.

Quem ainda não tem o cartão do Bolsa do Povo, recebe o benefício por meio de voucher e precisa sacar o valor integral. Para isso, o usuário deve acessar a área restrita do portal, a mesma em que agora é possível desbloquear os novos cartões.

Sobre o Bolsa do Povo SP

O Bolsa do Povo unifica ações estaduais de transferência de renda, simplificando o compartilhamento de informações e o repasse dos valores correspondentes a cada beneficiário. Os programas Vale Gás, SP Acolhe, Ação Jovem, Renda Cidadã e Prospera Família são da Secretaria de Desenvolvimento Social, que é responsável por selecionar os beneficiários e cadastrá-los automaticamente no Bolsa do Povo.

Para o Auxílio Moradia, da Secretaria de Habitação, a família precisa se enquadrar nos critérios de elegibilidade. Já para iniciativas de outras secretarias, como Bolsa Talento Esportivo, Via Rápida, Bolsa Trabalho, Novotec Expresso, Bolsa do Povo Educação e Estudantes, Centro Paula Souza, Bolsa Empreendedor e Acolhe Saúde, o cadastro deve ser feito diretamente pelo interessado no portal do Bolsa do Povo.

Receba mais notícias sobre benefícios sociais entrando em nosso Grupo no Facebook ou Canal no Telegram

Essa notícia foi atualizada em 11 de novembro de 2021 14:24

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online