MOGI DAS CRUZES

Associação Comercial de Mogi diz que vendas de Natal devem aumentar este ano

As vendas de Natal no comércio mogiano devem superar as expectativas. É o que diz a direção da ACMC (Associação Comercial de Mogi das Cruzes), que estima um crescimento de 4,5% ante ao mesmo período de 2018 – a projeção inicial era de aumento de 3% a 4%, mas mudou devido ao grande movimento de consumidores nas ruas.

A expectativa da ACMC é de movimento ainda maior por conta da liberação da segunda parcela do 13º salário dos trabalhadores, que aconteceu na última sexta-feira (20).

“Bens duráveis, como eletrodomésticos e eletrônicos, foram comprados principalmente na Black Friday. Agora a alta nas vendas acontece no vestuário, calçados, brinquedos, produtos de beleza e itens de uso pessoal além, é claro, dos alimentos e bebidas”, afirma a vice-presidente da ACMC, Fádua Sleiman.

A associação atribui a melhora no desempenho das vendas deste Natal à “liberação da parcela extra do saque do FGTS, a queda de juros, a alta do emprego e o otimismo do mercado”. Segundo a ACMC, as lojas também estão apostando em promoções e atendimento para efetivar as vendas.

“Estamos vendo a retomada do consumo por uma grande parte da população que não pode fazer compras nos últimos anos e isso explica todo o otimismo com esse final de 2019”, diz Fádua.

Essa notícia foi atualizada em 24 de dezembro de 2019 12:13

Compartilhar
Tudo sobre: ACMCComércioNatal
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online